20 junho 2008

REVISTAS DO "MEU TEMPO" N. 5

----------------------------------------------------------------------------------
A revista CARIOCA, criada por volta de 1935, era editada pelo empresa A Noite, localizada na Praça Mauá n. 7, no Rio de Janeiro, no mesmo edifício onde sempre esteve instalada a Rádio Nacional. O exemplar que mostramos no post é o de n. 530, que circulou no sábado, 01/12/1945, portanto, há 62 anos, ao preço de CR$ 1,20 para o Distrito Federal e CR$ 1,50 para os demais estados. Vale lembrar que CR$ 1,20 correspondia ao preço de uma entrada de cinema ou de uma edição do Globo Juvenil Mensal. No sentido horário vemos Joan Leslie, atriz de Hollywood (capa), Marguerite Chapman, e o "reclame" da "película" Ilusões da Vida, com Peg Ryan e John Hall, bem como uma chamada para o "celulóide" A irresistível, com Yvonne de Carlo e Rod Cameron...
Esta edição publicou ainda uma matéria sobre as eleições que se realizariam no dia seguinte, domingo, nas quais seria eleito o candidato do então deposto Presidente Vargas, General Eurico Gaspar Dutra. Uma reportagem sobre a bela atriz Jeanne Crain, e outra sobre o verão carioca que se aproximava. E além disso, propagandas como:
Pag 11 - OMEGA aqui está o relógio que o Sr. estava esperando;

Pag 13 - REGINA, rainha das águas de colônia;
Pag 14 - TRICÓFERO du BARRY (realce seu encanto: cabelos);
Pag 37 - Tosse, bronquite, SATOSIN;
Pag 41 - Novo esmalte de unhas SAFARI;
Pag 49 - BIROME, a esferográfica (uma novidade que surgia);

Pag 55 - Casa Guiomar (sapataria);
Pag 58 - Mexericos de Hollywood.

E mais: um pitoresco "anúncio" à página 41 dizia textualmente: "...quando o busto fôr insuficiente ou sem firmeza, use BÉL-HORMON n. 1; quando fôr ao contrário demasiadamente volumoso use BÉL-HORMON n. 2..."

Não resta dúvida que os tempos evoluíram bastante...
-------------------------------------------------------------------------------
Edição de APS
-------------------------------------------------------------------------------

8 Comments:

Anonymous DO said...

E como evoluiram,meu caro. Alias,se mostrarmos estas propagandas pros jovens de hj,eles não vão acreditar,hehehe

abraços,adelino,e otimo fds!!

sexta-feira, junho 20, 2008  
Blogger Luci Lacey said...

Adelino

Evoluiram sim, mas e gostoso ver como eram as coisas antigamente.

Beijinhos e bom final de semana.

sábado, junho 21, 2008  
Blogger Maria Augusta said...

Que delicia ver estas fotos e relatos de fatos que já passaram para a história, como a eleição do Dutra.
Interessante ver também que algumas marcas resistiram ao tempo, como a dos relógios.
Abraços e bom fim de semana.

sábado, junho 21, 2008  
Anonymous Anônimo said...

Adelino,

como é bom ver-ler tudo isso. Viagem completa ao passado, coisa que sempre vale a pena.

Beijo da

Vivina.

terça-feira, junho 24, 2008  
Anonymous Adelino said...

Do, muitas coisas evoluiram para melhor, veja o caso dos computadores, os antigos "cérebros eletrônicos"... E estamos aqui aproveitando o que de bom eles nos oferecem, não é?
Abraços. Obrigado.

quinta-feira, junho 26, 2008  
Anonymous Adelino said...

Luci, foi o que eu disse, é fascinante acompanharmos a evolução da tecnologia e dos costumes, embora com relação aos costumes nem sempre estejamos de acordo, mas temos de nos adaptar.
Beijos, muito obrigado.

quinta-feira, junho 26, 2008  
Anonymous Adelino said...

Maria Augusta, é interessante sim. Algumas marcas estão firmes e fortes. Acabo, entretanto, de ouvir que a tradicionalíssima KODAK, que se tornou nome comum de câmeras fotográficas, esteja ameaçada de desaparecer, o que seria uma pena.

Quanto à eleição que elegeu Eurico Dutra, eu me lembro dela. As minhas irmãs e namorados trabalharam na coleta de votos... Mas não votaram no General, mas no Brigadeiro Eduardo Gomes, da UDN...
E repetiram o voto em 1950...
Abraços. Obrigado.

quinta-feira, junho 26, 2008  
Anonymous Adelino said...

Vivina, é uma terapia quando folheamos uma revista do passado. Parece que estamos ali, presentes, "pegando um pedaço da História"... É diferente de assistirmos a documentários no cinema ou em casa, que também são muito importantes, valiosos.
Beijos, e obrigado, Vivina.

quinta-feira, junho 26, 2008  

Postar um comentário

<< Home