29 janeiro 2008

PEGGIE CASTLE


----------------------------------------------------------------------------------
Parece que a Vida, para algumas pessoas, presenteia com uma mão e retira com a outra. Deu a Peggie Castle beleza e talento, mas tirou-lhe dramaticamente a vida em plena juventude.

Peggie Castle (nome de batismo Peggy Blair) nasceu em 22 de dezembro de 1927 em Appalachia, Virginia, USA. Descoberta por um caçador de talentos num restaurante de Beverly Hills, trabalhou em filmes como I,THE JURY (1947), PAYMENT ON DEMAND (com Bette Davis, 1951), 99 RIVER STREET (com Evelyn Keyes, 1952) INVASION U.S.A. (1953), e THE SEVEN HILLS OF ROME (Mário Lanza, 1959).

De 1959 a 1962 estrelou com sucesso uma série do gênero western, na televisão.Castle foi casada quatro vezes, e parou de atuar quando se casou com o diretor William Mc Garry, em 1964. Alcoólatra, Peggie morreu em 11/08/1973, em Hollywood, California, vítima de cirrose hepática, aos 45 anos de idade.

----------------------------------------------------------------------------------
Imagem Internet
----------------------------------------------------------------------------------

26 Comments:

Blogger Lord Broken Pottery said...

Adelino,
Embora trate-se de um assunto triste, uma pena alguém tão bonita ter sido tão infeliz, o alcoolismo é uma barra muito pesada, não consigo deixar de perguntar: será que ela bebia vinho?
Grande abraço

terça-feira, janeiro 29, 2008  
Blogger valter ferraz said...

Adelino, e o cinema está cheio de casos assim, não é?
Ainda hoje conversava coma aAninha. Falava de um ator global que foi flagrado comprando cocaína num flat em S.Paulo. O cara é galã, parece-me rico, as mulheres fazem fila na frente dele, no entanto busca alento na droga. Que droga isso, não?
Forte abraço

terça-feira, janeiro 29, 2008  
Anonymous denise said...

Não há beleza, riqueza, talentos, nada que traga paz de espírito. Só Deus no coração pode trazer a serenidade. Eu sei...
abraço, garoto

terça-feira, janeiro 29, 2008  
Blogger Eduardo P.L. said...

Realmente é uma pena que aconteça isso com essas deusas da beleza.

Abçs

quarta-feira, janeiro 30, 2008  
Blogger Betinha said...

Lamentável... Mulher belíssima... Infeizmente isto acontece...Abraço...

quarta-feira, janeiro 30, 2008  
Blogger Maria Augusta said...

Que moça bonita, não a conhecia...e que judiação, um fim tão triste. Há coisas que são realmente difíceis de entender.
Um abraço.

quarta-feira, janeiro 30, 2008  
Anonymous Adelino said...

Lord, é uma pena mesmo. Geralmente eu escolho uma estrela para essas mini-biografias pelo critério "beleza" física (rosto). E somente no final é que acabo sabendo como algumas acabaram mal, e até me surpreendo também.
Quanto ao vinho, lembra-se daquela "mesa redonda" sobre as qualidades do vinho, sommeliers, enólogos etc? Deu "pano pelas mangas"...
Grande abraço

quarta-feira, janeiro 30, 2008  
Anonymous Adelino said...

É verdade, Valter, uma tristeza. No caso que você citou, pelo que li o galã acabou servindo de testemunha contra a outra pessoa. Não entendi. Por isso a gente fica se perguntando: vale a pena tanto sucesso? Sei não.
Abração

quarta-feira, janeiro 30, 2008  
Anonymous Adelino said...

Denise, poucos sabem administrar riqueza, beleza, sucesso. O caso da Peggie Castle é muito simbólico.
Abraço, garota.
PS - Denise eu tentei colocar um comentário no seu blog, mas não consegui, talvez por causa do WordPress, ou não tem nada a ver? Se puder me explicar, agradeço.
Abs
Aps

quarta-feira, janeiro 30, 2008  
Anonymous Adelino said...

Pois é, Eduardo, como eu disse, é uma constante. Fica uma pergunta: teriam ficado assim por causa do sucesso ou fizeram sucesso por causa disso? Um sucesso efêmero, claro.
Grande abraço.

quarta-feira, janeiro 30, 2008  
Anonymous Adelino said...

Elizabeth, Hollywood tem seus mistérios. E olha que muita coisa não é revelada. Tenho três livros de uma série Hollywood Babylon, que relatam casos muito mais tristes acontecidos na Capital do Cinema do que esse. Nem dá para se acreditar.
Abraço

quarta-feira, janeiro 30, 2008  
Anonymous Adelino said...

Maria Augusta, parece bobagem postar essas coisas, mas acho que servem de exemplo. Provam que se não bem administrados, sucesso, beleza e riqueza não trazem a tão almejada felicidade. Existem exceções, claro.
A Peggie Castle não fez muito sucesso, quase sempre foi coadjuvante.
Um abraço

quarta-feira, janeiro 30, 2008  
Blogger Luci Lacey said...

Adelino

Enviei um email para voce .

Um pps lindo da Grace Kelly

Beijinhos

http://hippopotamo.blogspot.com/

quinta-feira, janeiro 31, 2008  
Blogger Aninha Pontes said...

Adelino, estava comentando aqui com o Valter, a impressão que temos é que as mulheres antigamente tinham uma beleza inigualável.
Que rosto bem feito, sem recursos enganosos.
Uma pena o fim dela, e é o que vc disse, o sucesso, se não for bem administrado, leva a resultados desastrosos.
Lamentável.
Um beijo.

quinta-feira, janeiro 31, 2008  
Anonymous Jeanne said...

Tem gente que não sabe lidar com o sucesso, a fama, o dinheiro.
Mulher então naquela época, pior ainda, quantos preconceitos existiam...
a droga é uma droga, e sabe-se lá quando é que isto vai ter um fim...
Beijos

quinta-feira, janeiro 31, 2008  
Blogger Aninha Pontes said...

Adelino, como não estou respondendo comentários no meu blog, por absoluta falta de tempo.
Estou trabalhando feito gente grande, então vim aqui responder à você sobre a música do meu blog.
É a Simone sim, a música, "Uma Nova Mulher".
Também a acho linda, por isso pedi à Meire para trocar prá mim. A Zizi Possi, já tinha enjoado.
Um beijo e obrigada pela visita.

quinta-feira, janeiro 31, 2008  
Blogger Márcia(clarinha) said...

Que beleza de mulher, pena que se perdeu, deixou a vida escapar.
lindos dias,
beijos

quinta-feira, janeiro 31, 2008  
Anonymous denise said...

Adelino, desculpe não ter visto tua observação sobre meu blog, mas já respondi teu comentário lá.
E mandei um email também, tá.
abraço, garoto

quinta-feira, janeiro 31, 2008  
Anonymous Adelino said...

Luci, eu recebi o pps da Grace Kelly. Fabuloso. Tomei a liberdade de repassá-lo para minha filha que também é fan da Grace.
Muito obrigado.
Beijos

quinta-feira, janeiro 31, 2008  
Blogger Sonia said...

Não conhecia essa artista. Muito linda e morta precocemente.... Com os seus post sobre as divas do cinema, você está nos dando a oportunidade de conhecer um pouco mais da história do cinema.

Fiquei muito feliz com o seu elogio ao meu post das imagens dos cães e gatos vistas por artistas plásticos. De todos eles, gosto demais do Edward Hopper. Para mim ele é um dos grandes. Se você clicar no link, vai ver o post que fiz sobre ele. Adoro as suas telas e fiz uma pasta com todas as telas disponíveis na Internet. Qualquer dia destes vou voltar a fazer outro post sobre ele. Abraços e bom feriado. Um beijão na Cláudia!

quinta-feira, janeiro 31, 2008  
Anonymous Adelino said...

Ana, a Peggie nem era muito conhecida. Fazia muitos papéis de coadjuvante, mas era muito bonita, sem dúvida.
Um beijo

quinta-feira, janeiro 31, 2008  
Anonymous Adelino said...

É certo, Jeanne, eu gosto de cinema, e tenho muitos livros sobre a vida desses artistas antigos. Atrizes eram quase que "obrigadas" pelas grandes produtoras de Hollywood a se casarem com certos astros apenas para salvar as aparências dos galãs. Houve uma evolução tecnicamente falando, mas na essência parece que pouca coisa mudou.
Beijos

quinta-feira, janeiro 31, 2008  
Anonymous Adelino said...

Sem problema, Ana, respondendo aqui ou lá, é a mesma coisa, o que vale é a atenção e o carinho de vocês.
Achei aquela canção lindíssima. Então, acertei: era a Simone. Excelente fundo musical.
Um beijo

quinta-feira, janeiro 31, 2008  
Anonymous Adelino said...

É, Márcia, deixou a vida escapar.
Tem certos fatos que nos fazem acreditar na existência daquilo que chamam Destino.
Beijos

quinta-feira, janeiro 31, 2008  
Anonymous Adelino said...

Sonia, a Claudia está sempre agradecendo e pedindo que eu retribua em nome dela o seu carinho. Vou lá clicar no link do seu post sobre Edward Hopper.

Quanto à artista Peggie Castle ela não era muito conhecida. Quando começou a se destacar, não deu sorte e se foi. Hoje em dia as mazelas dos astros de cinema são mais expostas devido ao avanço das comunicações, sendo praticamente impossível esconder certos escândalos ou comportamentos considerados inadequados.
Abraços também pra você, bom Carnaval, Sonia.

quinta-feira, janeiro 31, 2008  
Anonymous Adelino said...

Denise, tudo certo agora. Já consegui colocar comentários.
Acho que a falha era minha.
Abraços, menina.

quinta-feira, janeiro 31, 2008  

Postar um comentário

<< Home