17 janeiro 2008

CLAUDIA CARDINALE


----------------------------------------------------------------------------------
Biografia de astros e estrelas de cinema não é novidade no mundo dos blogs. É o que mais tem. O difícil mesmo é condensar em poucas palavras carreiras tão extensas e brilhantes, como foi o caso da nossa lindíssima Claudia Cardinale. Se não estiver interessado em detalhes da vida dela, aprecie as imagens. Vale a pena.
----------------------------------------------------------------------------------
Claudia Cardinale, filha de pais italianos, nasceu na Tunísia, em 15/04/1939. Em 1957, aos 18 anos, venceu o concurso da “Mais Bonita Garota (de origem italiana) da Tunísia”, cujo prêmio foi uma viagem ao Festival do Filme de Veneza, o que acabou se constituindo num incentivo para que seguisse a carreira de atriz. Após freqüentar uma escola de cinema em Roma, fez sua estréia em 1958, num papel de pouca importância.

Devido à educação francesa que recebera na Tunísia, Claudia quase não falava italiano, e suas falas foram dubladas quando das primeiras atuações. Na película “8 ½”, pela primeira vez não houve necessidade de dublagem: já falava bem o italiano. Fez vários filmes de produção francesa, idioma que dominava muito bem.

Claudia ficou conhecida mundialmente quando jornais e revistas iniciaram a publicação em massa de fotos que mostravam uma jovem de rara beleza, tímida, sóbria e discreta em sua vida pessoal. Muito diferente, segundo os críticos, das famosas Ann-Margret, Jane Russel, Mylene Demongeot e outras. Mesmo assim, comparações foram inevitáveis: as iniciais de seu nome C.C., inspiravam a imprensa a chamá-la de “sucessora de B.B.” (Brigitte Bardot).

Uma curiosidade: consta que Cardinale assinou um contrato que a proibia de cortar os cabelos, de casar-se e de engordar. Na década de 1960, Claudia relutou em fazer filmes nos USA, preferindo voltar seu trabalho para o cinema europeu, mesmo assim chegou a contracenar com famosos astros americanos como Peter Fonda e Rock Hudson. Conta-se que, quando mais jovem, apresentava como irmão mais novo, o seu filho nascido de um relacionamento amoroso que tivera em Londres, atitude esta, talvez ainda em decorrência do contrato que lhe impunha algumas restrições.

Cardinale, que presentemente mora em Paris, mas considera a Itália sua pátria, ainda participa ativamente de atividades artísticas e políticas. É ambaixadora da UNICEF, além de fazer as apresentações de DVD´s que reproduzem seus filmes mais antigos.

----------------------------------------------------------------------------------

18 Comments:

Blogger Aninha Pontes said...

Incrível como as pessoas se vendem à certas imposições, em nome do sucesso,da fama, do poder do dinheiro.
Mas ela era lindíssima, isso não podemos negar.
Adelino, vi agora um post muito legal, que acho que vc vai gostar, no blog da Maria Augusta.
Quando puder dê uma olhadinha.
http://jardinephemere.blogspot.com/

Um beijo

quinta-feira, janeiro 17, 2008  
Anonymous Adelino said...

Aninha, você tem toda a razão. Um dos exemplos mais evidentes é o programa BBB-8 (Big Brother), apresentado pela TV Globo. Uma lástima. Não entendi como o Pedro Bial, um dos melhores, se não o melhor apresentador de notícias da TV brasileira aceita participar de um programa daquele.
O blog da Maria Augusta, Ana, é um dos meus preferidos, e já está linkado. De qualquer forma obrigado pela indicação.
Um beijo, e ótima quinta-feira.

quinta-feira, janeiro 17, 2008  
Blogger Maria Augusta said...

Adelino, vejo que a Aninha já passou para falar da biografia que coloquei no Jardin.
Em relação à Claudia Cardinale, ela era realmente belíssima e uma ótima atriz. Aqui na França ela aparece na televisão de vez em quando, ainda é bonita.
Abraços.

quinta-feira, janeiro 17, 2008  
Blogger Eduardo P.L. said...

Adelino,

gostei de saber mais dessa que foi minha "idala" nos velhoe e bons tempos!

Forte abraço.

sexta-feira, janeiro 18, 2008  
Anonymous Adelino said...

Maria Augusta, já fui lá ver a Edith, gostei muito, comentei, voltei. Ótimo o seu post com a homenagem a ela.
Realmente a Claudia Cardinale é linda mesmo. Vi uma foto dela atual, e ainda é bonita, e por que deixaria de ser, não é?
Abraço carinhoso, e feliz sexta.
Adelino

sexta-feira, janeiro 18, 2008  
Anonymous Adelino said...

Eduardo, você disse dos "velhos e bons tempos", e eu me lembrei de um fato acontecido naquela época, acho até que já contei, mas vai de novo...
Vamos lá: o meu irmão e um grupo de colegas universitários correram ao cinema porque lá estava levando um filme cujo nome era "A Estátua Nua", com Sophia Loren, a sex-symbol dos anos 50. Eles esperavam ver a italiana em "pelo", e naquele tempo isto seria um "façanha", um privilégio... Eles pensavam que a "estátua" era a Sophia, mas não era. Tratava-se de uma estueta de ouro levada ao fundo do mar dentro de um navio naufragado... E só a Loren sabia o local do naufrágio... Nada de nudismo. O partner dela foi Alan Ladd.
Grande abraço, e boa sexta-feira.

sexta-feira, janeiro 18, 2008  
Blogger Maria Augusta said...

Adelino, o site que você indicou com a Edith Piaf e a Bibi Ferreira é genial, com todos os detalhes da vida e da obra de ambas. Obrigada pela dica e bom fim de semana.
Um abraço.

sábado, janeiro 19, 2008  
Anonymous Adelino said...

Maria Augusta, fico satisfeito por ter gostado da indicação. O site é mesmo muito bonito, mas os méritos são seus, já que o seu post foi o responsável pelo interesse demonstrado pela Edith, tornando sua homenagem a ela ainda mais brilhante.
Abraços, e bom final de semana.

sábado, janeiro 19, 2008  
Blogger Eduardo P.L. said...

Adelino,

lembro bem desse filme da magnífica Loren, ESTATUA NUA!O título era ambíguo propositalmente. Quantos não foram ao cinema com a mesma intensão? Bons tempos!

Forte abraço,

PS- Faltou seu COMENTÁRIO na entrevista do Valter, com a minha pessoa! Não gostou das RESPOSTAS??? Ou é ciúme???

Hahaa

(;-))

sábado, janeiro 19, 2008  
Blogger valter ferraz said...

Adelino, o Eduardo tem razão. Pintou um ciuminho, foi? Logo chega um convite por aí, viu?
Da Claúdia Cardinale, não posso falar. Não me lembro de ter visto algum filme dela (não é do meu tempo!)
Bom final de semana,
Forte abraço

sábado, janeiro 19, 2008  
Blogger Sonia said...

Ótima reportagem, Adelino! Da Claudia Cardinale me lembro do magnífico filme dirigido pelo outro magnífico Luchino Visconti, "O Leopardo". Se você não viu, é um dos clássicos, fácil de alugar.

Obrigada pela visita aos meus Pets II. Também gostei da foto dos 4 cachorros fazendo pose. Nem sei como meu filho conseguiu clicar aquela foto. Três delas, a mãe, Lisa e as duas filhas, Meg e Brahma, são da minha filha Sofia, ela é apaixonada pelas três. O macho, Pinga, minha filha deu para um amigo. Fico contente que você salvou a foto!

Beijos e um ótimo final de semana!

sábado, janeiro 19, 2008  
Anonymous Adelino said...

Eduardo, já estive lá, li, comentei, gostei etc. Inclusive citei a resposta à pergunta 7 como muito boa etc e tal. Quem sou eu para me indispor com dois intelectuais dessa plêiade (gostou dessa, Valter?) de artistas e escritores? Aposto como foi ao filme da Sophia Loren...

sábado, janeiro 19, 2008  
Anonymous Adelino said...

Sei não, Valter, mas acho que você pegou a Cardinale ainda no "viço da juventude"... (O negócio hoje tá fogo: no "viço" da juventude - existe isso?...)
Não sei do que se trata, mas pode mandar o convite. Outra noite de autógrafos já?
Grande abraço. Ótima semana.

sábado, janeiro 19, 2008  
Anonymous Adelino said...

Vou procurar o filme, Sonia. A Cadinale é (e continua) muito bonita. O nome de minha filha foi inspirada nela. Como a mãe era filha de pai italiano, não tive dúvidas.
A foto dos cães "posando" foi de uma rara oportunidade. Coisa de fotógrafo bom, não é Sonia?
Um abraço para você e familiares. Bom fim de semana.

sábado, janeiro 19, 2008  
Anonymous denise said...

Adelino, o endereço de meu blog é http://drang.org
Basta mudar o link no seu blogroll, tá.
Se os filmes da Cardinale não eram do tempo do Valter, imagine do meu, kkkkkkkkkk.
Uma linda mulher.
abraço, garoto

sábado, janeiro 19, 2008  
Anonymous Adelino said...

Ok, Denise. Tudo anotado.
Beijos

quinta-feira, fevereiro 07, 2008  
Anonymous Anônimo said...

Cláudia Cardinale era e é lindíssima, rosto irretocavelmente pefeito sob todos os ângulos e um olhar irresistivelmente expressivo, penetrante e sedutor. Eram como uma flexa .., lábios sensualmente carnudos. Simplesmnte uma atriz de talento, beleza, encanto e generosamente magnífica ..., corpo escultural e seios na medida certa.

Marilyn Monroe pode, até hoje, ser a atriz mais preferida e tida como a mais sensual, mas, sem desfazer da americana, a peninsular Claúdia Crdinalle foi e é a mulher mais linda do cinema mundial. Qualquer fotógrafo se tornaria famoso só em fotografar o charme, a graça, o encanto, a beleza e a sensualidade de Cardinale, por isso imbatível e insuperável. O sorriso insuportavelmente lindo.

Amei-a muito ... com as mãos, pois que jamsis tive a oportunidade de estar próximo ou junto dela. Ou mais: tê-la por inteiro.

Em 1957, aos 18 anos, venceu o concurso da “Mais Bonita Garota (de origem italiana) da Tunísia”, cujo prêmio foi uma viagem ao Festival do Filme de Veneza, o que acabou se constituindo num incentivo para que seguisse a carreira de atriz. Após freqüentar uma escola de cinema em Roma, fez sua estréia em 1958, num papel de pouca importância. Estrelou, de Fellini, o filme "8 1/2". Tornou-se famosa a partir da mídia começar a divulgar fotos em massa da jovem que tinha uma rara beleza estonteante, e sempre se manteve sóbria e discreta em sua vida pessoal. Coisa raríssima hoje.
Esse, prá quem assitiu e os que não tiveram a felicidade de assistí-la, vale muito a pena ver.

http://www.youtube.com/watch?v=3VUJcMqe9ZU (Imagens de filmes).

Nasceu no dia 15 de abril de 1938, em Tunes, na Tunísia, sob o signo de Áries. E, que me desculpem os contrários, Cláudia Cardinale foi e é, sem sombra de dúvidas, a mulher mais bonita, mais discreta, sóbria, responsável e competente no seu mister de atriz.
Lamentavelmente não veremos mulher de tal padrão. Está por aí a cantora Shaina Twin, que "en passand" lembra um pouco a beleza e o charme da incomparável Cláudia Cardinale.
Fui um felizardo em assití-la no cinema, mas não ao ponto que realmente a desejava.

Xico Júnior - Canoas - RS.

sexta-feira, março 12, 2010  
Anonymous Anônimo said...

nos meus sonhos de juventude e a vi como um anjo que Deus manou para nós simples mortais .

sábado, janeiro 21, 2012  

Postar um comentário

<< Home