20 janeiro 2008

SÃO SEBASTIÃO

Hoje, dia 20/01/2008, comemora-se o dia de São Sebastião (250-286 DC), o Santo Padroeiro da Cidade do Rio de Janeiro e de centenas de outras pelo mundo (não confundir com a data de aniversário da cidade do Rio). Reproduzimos trechos da interessante reportagem de autoria de GUILHERME DE BRITTO, publicada no site REVISTA MUSEU.
----------------------------------------------------------------------------------
“Nascido em Narbona, na Gália, foi centurião romano no tempo de Dioclesiano, que o condenou a servir de alvo aos arqueiros do exército, por ter exortado dois amigos a permanecerem fiéis à fé cristã. Irene (Santa), que o levara a enterrar, percebendo-lhe ainda vida, tratou seus ferimentos e o curou. Sarado, apresentou-se ao Imperador, que o condenou à morte, desta vez a pauladas. Foi sepultado nas Catacumbas.

O Santo aparece pela primeira vez representado sobre um afresco do séc.V, dentro das catacumbas de São Calixto, na Via Appia. É a partir do século XIV, que São Sebastião é representado da forma que o conhecemos hoje, como jovem paladino, semelhante aos heróis legendários, mais apropriado à função que exercia na corte do Imperador Romano.

(...) No Brasil, é venerado de norte a sul. Não é de se espantar, pois os primeiros navegantes que aqui chegaram, invariavelmente traziam uma imagem do Santo, aludindo o jovem rei Sebastião de Portugal, desaparecido na batalha de Alcácer-Quibir. A tradição oral diz que o Santo ajudou Estácio de Sá, fundador de São Sebastião do Rio de Janeiro, a expulsar os franceses, que queriam invadir a cidade e saqueá-la, não livrando contudo nosso herói fundador, de morrer por uma flecha envenenada.

(...) A imagem de São Sebastião, trazida de Portugal por Mem de Sá, Governador Geral do Brasil e tio de Estácio de Sá, se encontra na Igreja de São Sebastião do Rio de Janeiro, sob a guarda dos padres capuchinhos, assim como o marco de Fundação da Cidade e os despojos de seu fundador." (...)

----------------------------------------------------------------------------------

12 Comments:

Blogger valter ferraz said...

Adelino, e em São Paulo, o aniversário é sexta-feira, 25/01.
Se santo resolvesse nós estaríamos tranquilos, né?
Abraço grande

segunda-feira, janeiro 21, 2008  
Anonymous peri s.c. said...

Adelino
dada sua agora estonteante produção, os comentários vão de baciada:

1. São Sebastião : o santo que mais impressionava quando garoto ia à igreja : " como pode com tanta flechada estar de pé de olhos abertos ? "

2. Mané Garrincha : um barsileiro.

3.Feira de antiguidades : aqui em SP temos pelo menos três muito boas e divertidas, ótimas para comprar presentes esquisitos para amigos apreciadores de tranqueiras.

4. La Cardinale :um d-e-s-l-u-m-b-r-e. E sem silicones, botoxes, próteses, etc.

quatro abraços

segunda-feira, janeiro 21, 2008  
Blogger Maria Augusta said...

Sempre associei São Sebastião ao Rio, e pensei que o aniversário do Rio fosse 20 de janeiro. Não conhecia a história do santo, obrigada por contá-la.
Um abraço.

segunda-feira, janeiro 21, 2008  
Blogger Aninha Pontes said...

Eu ontem me lembrei que era di de S.Sebastião.
Gostei da observação do Peri, que via e contava as flechadas do santo.
Um beijo

segunda-feira, janeiro 21, 2008  
Blogger Eduardo P.L. said...

Adelino, não sou chegado em santo, mesmo porque tive um ótimo em casa, meu pai se chamava SANTO.
Mas a história do Peri se passava comogo, quando garoto. Santo macho, esse Sebastião!


Abçs

segunda-feira, janeiro 21, 2008  
Anonymous Adelino said...

Mais um feridão... Ontem não foi aniversário do Rio, foi o dia do padroeiro da cidade, Valter. Aqui tem uma igreja chamada São Sebastião, entregue aos Padres Franscicanos (capuchinhos). Fica superlotada, com a tradicional benção das sextas-feiras.
Grande abraço, Valter.

PS - Claro, sexta é aniversário de SP.

segunda-feira, janeiro 21, 2008  
Anonymous Adelino said...

Peri, o que fazer, com aquela chuva de ontem, senão postar, bolar postagens? Comentando os itens:
1 - São Sebastião: aí é que está o poder da fé de Sebastião, Peri;
2 - Garrincha: só existia um jogador que parava Garrincha (mas nem sempre): era justamente o Coronel, do Vasco da Gama. Ele segurava o Garrincha pela camisa. Naquele tempo não tinha cartão amarelo;
3 - Nem tudo é antigo numa feira de antiguidades... Existem feiras "genéricas"...
4 - Cardinale tinha o que se chama de "beleza de roça"... Muita suavidade, meiguice, um sorriso lindo, ingenuidade. Ah, sim, e nada de botoxes, silicones, próteses etc. Tem certas celebridades, Peri, que fazem tantas plásticas, tantas recauchutagens, tantos esticas, que elas já não são mais elas. Para reconhecê-las ter-se-ia que colocar um crachá bem grande com os seus nomes em tinta cintilante...
Grande abraço

segunda-feira, janeiro 21, 2008  
Anonymous Adelino said...

Maria Augusta, muita gente faz confusão do dia de São Sebastião com o da fundação da cidade.
Um abraço

segunda-feira, janeiro 21, 2008  
Anonymous Adelino said...

Ana, segundo pesquisas que fiz, só em Portugal tem mais de 100 cidades cujos protetores são este santo.
Um beijo, Ana.
Adelino

segunda-feira, janeiro 21, 2008  
Anonymous Adelino said...

Então, Eduardo, os chamados santos eram pessoas que faziam apenas o bem. Talvez soubessem controlar seus sentimentos e, pela força do pensamento positivo operavam muitos dos chamados milagres.
Abração

segunda-feira, janeiro 21, 2008  
Blogger Lia Drumond said...

Viva São Sebastião, então! E parabéns pela homenagemm! Bjs

terça-feira, janeiro 22, 2008  
Anonymous Adelino said...

Obrigado, Lia, pelo prestígio da visita. Não sei qual a sua opinião Lia, mas os conceitos sobre o que é ser santo ou não mudaram muito nos últimos séculos.
Bjs

terça-feira, janeiro 22, 2008  

Postar um comentário

<< Home