02 outubro 2007

O “MEU” CINEMA – (Parte 8 – FINAL)


----------------------------------------------------------------------------------
O Cine Metrópole era o mais sofisticado dos três cinemas, o mais "chic". Espectadores masculinos eram obrigados ao uso de paletó e gravata. Vestido, casaco e mantô para moças, meninas e senhoras... Aos sábados e domingos eram duas sessões noturnas, e as matinês nos domingos à tarde (às vezes matinês-dançantes)...

Nos últimos dias de cada mês entregavam na entrada um programa mensal impresso em preto e branco, uma espécie de caderno (20x15 centímetros mais ou menos) de quatro páginas, grampeado ao meio, muito bem elaborado. Informavam data, hora, dia da semana, artistas e uma sinopse das “fitas” que seriam exibidas no mês seguinte, além de pequenas fotos dos principais filmes. O caderninho informava a programação dos três cinemas, já que pertenciam a um mesmo grupo familiar, o que seria chamado hoje de rede.

O cinema era o maior entretenimento da época. Ir ao cinema, pelo menos aos sábados e domingos à noite, era uma atividade social importante, independente da qualidade do filme. Para a maioria da população as opções de lazer eram mínimas. Terminada a última sessão, apagavam-se as luzes e a movimentação de pessoas passeando nas imediações (footing) aos poucos ia se escasseando.

Era assim que eu via o Cinema em Uberaba em meados da década de1940, uma época cheia de sonho, ilusão, expectativa, alegria e, por que não dizer: medo. Medo de uma guerra que terminava. Medo de outra que começava: a guerra fria. (THE END)

----------------------------------------------------------------------------------
Imagem internet
----------------------------------------------------------------------------------

12 Comments:

Blogger valter ferraz said...

Adelino, essa tua série sobre o cinema ficou muito boa mesmo. Dá para qualquer pessoa ter uma idéia de como era importante como diversão de famílias inteiras, visto ser uma das poucas "atrações".
E, deixa saudades também. Hoje com toda a tecnologia, salas multiplex e coisas parecidas, o glamour foi embora e ir ao cinema virou uma coisa qualquer.
Parabéns pela constância nas postagens.
Grande abraço

sexta-feira, outubro 05, 2007  
Blogger Eduardo P.L. said...

Concordo com o Valter. Muito boa!E fico com saudades também!

Vamos para outras histórias!

sexta-feira, outubro 05, 2007  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

Histórias que encantam...
Muto bom mesmo!
Feliz final de semana
beijos

sexta-feira, outubro 05, 2007  
Anonymous Adelino said...

Pois então, Valter, contando essas coisas simples do passado, mostramos também como evoluiram (ou regrediram) os costumes. Não é apenas saudosismo como muitos pensam. Claro que tem a sua pitada de saudades. Mas não vai nenhuma crítica negativa aos avanços da tecnologia. O mais curioso, Valter, é que por mais que o cinema tenha evoluído tecnicamente, certos princípios não mudaram, pelo menos até agora: os velhos fotogramas desfilam ainda hoje um a um em frente a lentes que os ampliam e os projetam numa tela. Aumentaram sim as bitolas, começamos comercialmente com 16mm, 35mm, e hoje temos até de 75mm. Tentou-se o 3D sem muito sucesso. Se reparar num detalhe, ficará surpreso: perdemos em qualidade de cores.
Grande abraço, Valter.

sexta-feira, outubro 05, 2007  
Anonymous Adelino said...

Tudo bem, Eduardo, mas acho que séries como essas só valem mesmo pelo registro pessoal. A presença de "público" foi pequeno... Dentro desse espírito pensaremos em outras.
Grande abraço, bom final de semana, e muito obrigado pelo seu interesse e incentivo. Valeram muito.
Adelino

sexta-feira, outubro 05, 2007  
Blogger Adelino P. Silva said...

Muito obrigado, Márcia.
Quisera saber escrever como vocês fazem. Um dia eu chego lá. Chego?
Beijos, e bom final de semana para você também.

PS - Eu já disse várias vezes, mas tenho de repetir: o meu visualizar não funciona. Emperra. Como não reviso os textos dos comentários, erros neles acontecem.
Bjs

sexta-feira, outubro 05, 2007  
Anonymous strix said...

Ontem, pesquisando a Piaf, revi essa cena de Casa Blanca.
Strix.

sexta-feira, outubro 05, 2007  
Blogger marilia said...

Ah... até hoje o filme de amor que mais gosto é casablanca...
mas, acredita que de vez em quando em assisto todos os fimes da série Sissi???
( sou muito antiga...rsss)
bjos

sábado, outubro 06, 2007  
Anonymous Adelino said...

Strix, é uma honra tê-lo sempre comentando aqui. Seus comentários complementam os posts com informações muito oportunas.
Grande abraço, e ótimo final de semana.

sábado, outubro 06, 2007  
Anonymous Adelino said...

Interesante, porque este filme, Marilia, foi realizado quase que por encomenda, visando a II Guerra Mundial. De custo baixo, teve dois finais filmados:
1 - Na cena final do aeroporto, Ilza ficando (no bom sentido...) com Rick;
2 - Outra, com Lazlo; naquele tempo tinha de prevalecer o que parecia ser o bom senso... Prevaleceu...

Outro detalhe: vi uma entrevista da Ingrid na qual ela fala, sorrindo, que, apesar do romantismo no filme, o relacionamento dela com o Humphrey era muito distante, ele muito caladão, fumando muito, nem discutiam as cenas. E que, nem sabiam direito o roteiro a ser filmado. Então, ela conta que em determinadas cenas ela não tinha expressão para "colocar" no rosto, ou seja, afinal ela amava mesmo o Rick ou não?!

Hoje tenho este filme em DVD (com depoimentos etc), presente dos "meninos", mas conservo comigo três versões em VHS que gravei nos já "aposentados" videocassetes da vida. Por sinal as fitas estão com boa qualidade até hoje. Tenho o filme colorizado por computador (excelente) onde se vê que o vestido da Ilza era de cor azul claro... Uma fita em pb, dublado, e outra pb legendado.

Quanto á série da Sissi, com a Romy Schneider, minha esposa adorava os filmes.
Eu fiz um post com a Romy, muito badalado, e cheio de boas informações, Marilia. Quando quiser é só dar uma olhada nos "nossos" arquivos.

Finalmente, você não é antiga nada, menina.

Beijos, e excelente final de semana. E que o CAM e o Vasco da Gama não sejam roubados no jogo de hoje (hoje, e contra quem? Nem sei)
Adelino

sábado, outubro 06, 2007  
Anonymous Anônimo said...

ӏ almost neveг сomment, but i did sοme sеarсhing
and ωound up here "O "MEU" CINEMA - (Parte 8 - FINAL)".
And I aсtually ԁo have 2 queѕtіons for you if you ԁon't mind. Could it be simply me or does it look as if like a few of the remarks appear as if they are coming from brain dead people? :-P And, if you are writing on other social sites, I would like to follow everything new you have to post. Could you make a list of the complete urls of your community pages like your Facebook page, twitter feed, or linkedin profile?

Also visit my page :: Going On this page
my webpage :: http://facebierzo.com./index.php?do=/profile-15166/info/

segunda-feira, fevereiro 18, 2013  
Anonymous Anônimo said...

Yes! Finally ѕomeone writes about léсhé.


Heгe іs mу blоg :: prweb.com
my web page: click through the following document

terça-feira, março 05, 2013  

Postar um comentário

<< Home