15 fevereiro 2007

PARA ENFEITAR O SÁBADO II

(Maureen O´Sullivan)
-------------------
Devido ao sucesso no passado, muitos filmes são ou foram refilmados em cenários diferentes e com outros artistas. Porém, em geral, por mais perfeita que seja a refilmagem, a que vale para o espectador é aquela assistida pela primeira vez. As posteriores já não têm a mesma graça. Sentimento idêntico acontece com astros e estrelas que interpretaram papéis de heróis e heroínas famosos. Por exemplo, a Cleópatra de muitos é a Elizabeth Taylor, e não a Vivien Leigh. E quem é o James Bond? Sean Connery, Roger Moore ou Timothy Dalton? E a Dale Arden? Jean Rogers ou Carol Hughes? E o Tarzan? Johnny Weissmuller ou Gordon Scott?

Eu não tenho dúvida nenhuma: a “minha" Jane (quer dizer, a do Tarzan) sempre foi a simpática Maureen O´Sullivan (foto). Ela nasceu em 17/05/1911 em Boyle, Irlanda, e faleceu em 23/06/1998 em Phoenix, Arizona, USA.
Maureen e John Farrow, diretor de cinema, casaram-se e tiveram uma filha que se tornaria também muito famosa, a premiada atriz Mia Farrow, que se destacou nos filmes Rosemary´s Baby e The Great Gatsby.
-------------------

4 Comments:

Blogger O Meu Jeito de Ser said...

Grande Adelino, o mestre do cinema.
Dúvidas, procure o Adelino.
Parabéns, acho muito legal pessoas como voce que tem tão boas memórias e boas lembranças.
Um abraço

sábado, fevereiro 17, 2007  
Blogger valter ferraz said...

Adelino, das garotas do Tarzã só me lembro da Chita. Como era o nome da atriz que fazia o papel dela mesmo?

sábado, fevereiro 17, 2007  
Anonymous Adelino said...

Olá, ANNA, bom dia.
É interessante, porque por trás de um simples filmezinho escondem-se outras histórias, reais, de costumes da época em que foram realizados. Veja você, que curioso: a Jane, de início usava uma roupa ousada, quase igual a de Tarzan, ou seja, muito pouca. Aí veio um tal de Código Hayes (o autor do Código) que censurava qualquer manifestação de ordem contrária à moral vigente, costumes, violência no cinema, proibia beijos explícitos, pouca roupa etc. Este Código foi abolido em 1960.
Resultado: a Jane, para os próximos filmes, e para se adequar ao Código, teve de "maneirar" um pouco, bastante até, usando uma roupa "mais decente": um saiote por cima da original etc. etc., o que não a fez menos bonita, já que a sua beleza não estava apenas em seu corpo, mas nos gestos, no modo de falar.
Obrigado mais uma vez pela visita. Os elogios eu os credito à bondade de vocês.
Grande abraço.

sábado, fevereiro 17, 2007  
Anonymous Adelino said...

VALTER, duvido. Você está falando isso para fazer média com a ANNA. Vai me enganar que não tinha olhos para a linda Maureen O´Sullivan? Confesse... Está tentando é "cavar" uma permissão dela pra sair aí naquele Bloco aí da praia, e ela não quer deixar, não é? Tudo bem, entendo. É válido...

A Cheeta era engraçada, é verdade, Valter, mas só se lembrar dela, sei não... É média mesmo, ANNINHA!!! Não caia nessa não!!!

Desculpe as brincadeiras, Valter e Anna, um grande abraço, e bom Carnaval, participando ou não.

sábado, fevereiro 17, 2007  

Postar um comentário

<< Home