03 agosto 2008

NÃO, NÃO É UMA RECEITA...

----------------------------------------------------------------------------------
O que você faz do óleo das frituras? Aquele mesmo usado na cozinha? Mesmo que seja pouco, habitualmente nós o jogamos na pia ou em outro ralo, não é? Este é um dos maiores erros que podemos cometer. E por quê? Segundo o boletim de 21/07/06 da SABESP, que não é novo, mas sempre atual, o óleo usado poderá/deverá ser colocado dentro de garrafas de plástico (refrigerantes etc) e, após seguramente fechadas, colocadas no lixo orgânico normal. É impressionante: APENAS 1 LITRO DE ÓLEO CONTAMINA CERCA DE 1 MILHÃO DE LITROS DE ÁGUA, OU SEJA, O EQUIVALENTE AO CONSUMO DE UMA SÓ PESSOA NO PERÍODO DE 14 ANOS...

O Boletim da SABESP (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) nos foi passado em 30/07/2008 pela leitora Cinthia Sell, a quem agradecemos.
--------------------------------------------------------------------
Imagem do site "Vaga Splash"
--------------------------------------------------------------------

18 Comments:

Blogger sonia a.m. said...

Importante alerta, Adelino!
Eu não jogo o óleo na pia, não. Coloco num saquinho de plástico... infelizmente aqui onde moro não há coleta seletiva de lixo. Mas as embalagens, garrafas, jornais etc, levo para Avaré e minha filha leva para reciclagem. A Sofia como Ecóloga é super ligada no tema reciclagem, sustentabilidade e afins.

Beijos para você e Claudia. Um ótimo domingo!

domingo, agosto 03, 2008  
Anonymous Dora said...

Adelino. Aqui em nossa cidade já resolvemos esse problema do óleo de fritura. Há o recolhimento dele, para fazer sabão.Mas, eu penso que esse alerta que fez será importante para o esclarecimento de pessoas que, tenho certeza, ainda conservam o antigo hábito de jogarem o óleo em ralos.
Gostei de conhecer seu blog.
Receba meu abraço.
Dora Vilela

domingo, agosto 03, 2008  
Blogger Betinha said...

Como reaproveitar óleo de cozinha usado

Receita de sabão

- 5 litros de óleo de cozinha usado
- 2 litros de água fervendo
- 200 mililitros de amaciante
- 1 quilo de soda cáustica em escama

Use luvas protetoras e tome muito cuidado ao manipular os ingredientes. Coloque a soda em escamas no fundo de um balde. Em seguida, adicione a água fervendo e mexer até diluir a soda. Acrescentar o óleo e mexer. Misturar bem o amaciante. Jogar a mistura numa fôrma e cortar as barras de sabão somente no dia seguinte.

ATENÇÃO: A soda cáustica pode causar queimaduras na pele. Não deixe de usar luvas e utensílios de madeira ou plástico para preparar a mistura.

domingo, agosto 03, 2008  
Blogger Aninha Pontes said...

Adelino, realmente importante seu post.
Sempre esclarece.
E muitos lugares, já há pessoas que fazem uso do óleo reciclado para o sabão caseiro.
Existem muitas pessoas que coletam, que aceitam doações desse óleo.
O importante é que ele não vá para o ralo.
Um beijo.
Boa semana

segunda-feira, agosto 04, 2008  
Blogger vivendo said...

Querido Adelino,
aqui em casa, quase nunca, se faz fritura...e quando se faz, eu guardo numa garrafa e vou juntando...Ultimamente, eu suporto menos ainda, fritura...beijo, Vivi

segunda-feira, agosto 04, 2008  
Anonymous DO said...

ESta dica tem que ser sempre lembrada,ADELINO. Temos que fazer nossa parte. Abraços e otima semana.

segunda-feira, agosto 04, 2008  
Anonymous Adelino said...

Você deve ter muito orgulho da Sofia, pois o trabalho dela é de grande importância.
Quanto aos méritos deste post, Sonia, credito-os à nossa leitora Cinthia Sell que gentilmente me mandou a mensagem da SABESP por e-mail. E eu fiz uma adptação, justo por achá-la de extrema utilidade.
A Claudia e eu agradecemos e retribuimos o seu carinho. Um beijo também.

segunda-feira, agosto 04, 2008  
Anonymous Adelino said...

Dora Vilela, confesso que fiquei agradavelmente surpreso vendo que muita gente se preocupa com o problema do óleo utilizado em cozinhas. Acho maravilhoso o trabalho de reciclagem de produtos que deterioraram a natureza. Outro dia vi um documentário sobre a reciclagem de películas de plástico que embrulham carnes e outros alimentos em supermercados. São transformados em nada mais nada menos do que num produto com as mesma propriedades da madeira, com a vantagem da maior durabilidade.
O que impressiona também é o pouco destaque e incentivo que é dado a essas iniciativas.
Fiquei satisfeito que tenha gostado deste bloguinho. Será sempre bem-vinda. Muito obrigado.
Abraços

segunda-feira, agosto 04, 2008  
Anonymous Adelino said...

Elizabeth, formidável a receita que publicou aqui. Conforme eu disse à nossa leitora Dora, como foi ótimo verificarmos que tantas pessoas já "trabalhavam" o problema.
Repetindo: ótima a sua idéia de dar a receita do sabão aproveitado do óleo já utilizado de frituras.
Grande abraço. Muito obrigado.
Ótima semana.

segunda-feira, agosto 04, 2008  
Anonymous Adelino said...

Ana, sinceramente, eu não sabia do aproveitamento do óleo no "fabrico" do sabão caseiro. Confesso-me satisfeito em ter publicado o post, inspirado num e-mail da Cinthia.
Beijo. Ótima semana.

segunda-feira, agosto 04, 2008  
Anonymous Adelino said...

Pelo que sei, Viviane, quanto menos frituras melhor. E ainda mais em se tratando de você, uma cultivadora de produtos naturais.
Um beijo, e nada de frituras...

segunda-feira, agosto 04, 2008  
Anonymous Adelino said...

Pois é, DO, como disse, fiquei satisfeito em ter feito este post. As respostas foram interessantes, e esclarecedoras. São coisas que devem ser lembradas sempre, e não esporadicamente. Concordo contigo.
Grande abraço, ótima semana.

segunda-feira, agosto 04, 2008  
Blogger Maria Augusta said...

Adelino, que bom que você tocou neste assunto, é sempre bom alertar as pessoas sobre este grave problema. Aqui onde moro levamos para a central de lixo da prefeitura que o recicla. Vi que a Betinha deu uma receita para fazer sabão, esta também é uma boa solução para o óleo usado.
Parabéns pelo post e um abraço.

segunda-feira, agosto 04, 2008  
Anonymous Adelino said...

Maria Augusta, pena que esclarecimentos como este divulgado pela SABESP fiquem restritos a grupos pequenos, geralmente os mais conscientizados, como vimos nos diversos comentários do post. Já imaginou se os programas dominicais ou de apelo mais abrangente dedicassem um espaço maior para informações como esta? Acho que os resultados seriam surpreendentes.
Obrigado por ter gostado do post que fiz aproveitando um "repasse" da leitora Cinthia Sell.
Abraços

terça-feira, agosto 05, 2008  
Blogger Georgia said...

Adelino eu asso as batas no forno e elas ficam igualzinhas. Eu nao frito nada.

Abracos e boa semana

terça-feira, agosto 05, 2008  
Anonymous Adelino said...

Georgia, confesso que não entendo nada de culinária. Talvez as batatas que ilustram o post tenham sido preparadas no forno...

Agora lembrei: disseram-me que aquelas batatas preparadas que são vendidas nos supermercados contêm um pouquinho de gordura. Se colocarmos batatas comuns no forno, segundo a minha "assesoria especializada", não ficam boas. De qualquer modo, não fritar - ou fritar,- mas dar o destino certo ao óleo usado é uma atitude ecologicamente correta...
Abraços, e ótima semana.

quarta-feira, agosto 06, 2008  
Blogger Saia Curta said...

PUTZ, ADOREI ESSA SUA MATÉRIA SOBRE A SOBRA DO ÓLEO DE COZINHA, EU JÁ FAÇO ISSO A MUITO TEMPO...
SEMPRE QUE CONVERSO COM MINHAS AMIGAS PASSO ISSO PARA ELAS..
QUE BOM QUE VC TAMBÉM ESTÁ DIVULGANDO
EM SEU BLOG...
AMEIIIIII..
DA AMIGA
N@N@

domingo, setembro 14, 2008  
Anonymous Maria das Graças said...

Muitos ainda não tem noção sequer do mal que fazem jogando o óleo na pia.
Vai ser preciso chegar ao caos total, para que todos sintam a necessidade de mudar e cuidar mais da natureza,que está se deteriorando com nossos maus hábitos.
Este alerta já foi registrado por muitos,através de você Adelino.
Continue assim.
Está fazendo a sua parte.
Maria das Graçs.

sábado, maio 09, 2009  

Postar um comentário

<< Home