26 junho 2007

A VELHA ESTRADA DE SANTOS


----------------------------------------------------------------------------------
Quando jovem (quase adolescente) eu sempre passava as férias em Santos. Viajava até São Paulo pelo Expresso Cometa, cuja sede ficava na Avenida Ipiranga. Ali se fazia embarque, desembarque e compra de passagens.

Para chegar mais rápido a Santos, eu pegava o famoso Expresso Zephyr... Duas empresas exploravam este transporte rápido para a Baixada Santista: uma utilizava os veículos de passeio Simca Chambord, e a outra, os Aero Willys.

Só “decolavam” com a lotação completa: três passageiros no banco de trás e dois no da frente, sem contar o motorista (ou “piloto”). Cintos de segurança? Acho que nem em filmes americanos tinha isso.

Quando disse “decolavam” é porque decolavam mesmo. Faziam o trajeto pela Via Anchieta em 40 minutos, em meio a intensa cerração, os pneus cantando pela velha estrada sempre molhada, sem acostamento ou muretas de proteção. Se existiam, eu não as enxergava.

Certa vez o meu cunhado me preveniu que era comum carros “voarem” da Anchieta para o meio da floresta espessa das montanhas. Mas eu não me incomodava com isso.

Vibrava muito com aquela viagem maravilhosa pela serra. Quando se é jovem, além do espírito de aventura, achamos que a nossa ausência não faz muita diferença. Seria este o motivo? Pode até ser. Mas que era divertido era...

----------------------------------------------------------------------------------
Na foto: Simca Chambord 1959
----------------------------------------------------------------------------------

12 Comments:

Blogger valter ferraz said...

Adelino, nunca fiz essa viagem, mas a empresa ainda existe. Faz corridas normais para o litoral, os carros hoje são os vectras da vida. A sede da empresa ainda é na Av.Ipiranga.
O Rápido Zefir não existe mais, a Breda comprou e tem o monopólio para o litoral.
A viagem hj é mais segura, mas tem uns doidões que ainda voam, agora pela Imigrantes, aliás Nova Imigrantes, essa sim uma rodovia para "relaxar e gozar".
Vou te passar um link do Peri que fez um post muito parecido com o teu.
abração

quarta-feira, junho 27, 2007  
Blogger valter ferraz said...

Adelino,
aí está o link:
http://armazemperisc.blogspot.com/

quarta-feira, junho 27, 2007  
Anonymous peri s.c. said...

Adelino, Expresso Zefir! É mesmo, lembrava do Luxo. Nunca usei nenhum dos dois, íamos de Breda mesmo ou no fusquinha paterno, com bagagens até o teto, para os apartamentos dos tios no José Menino ou Pitangueiras. Quando o destino era o Guarujá, filas de 3,4,5 horas conforme o tamanho do feriado, para atravessar via balsa. Garantida a intoxicação de amendoins.
Hoje as 3,4,5 horas são perdidas nos 70km de estrada. E tem gente que acha que é divertido isso, fazer o que ?
Abraço

quarta-feira, junho 27, 2007  
Blogger Eduardo P.L. said...

Adelino, vou te contar outra aventura dos anos de 1960: queria descer a serra para Santos e meu pai não emprestou o carro. Fiquei bravo, fui na garagem , peguei uma bicicleta e desci pela serra velha. Fui até a biquinha em São Vicente, encontrei meus amigos que me trouxeram de volta, de carro. Foi uma aventura. Mãos sangrando, de segurar no breque, num piso muito irregular, e numa bicicleta completamente sem as condições de percursos dessa monta. Coisa de adolecente. restou a estória para ser contada aqui.

Forte abraço.

quarta-feira, junho 27, 2007  
Blogger valter ferraz said...

Adelino do céu!
O Eduardo teve uma juventude extremamente movimentada. Êle é o cara.
E tem histórias e mais histórias para contar.
Grande abraço

quarta-feira, junho 27, 2007  
Anonymous Adelino said...

Valter, no meu tempo Zefir escrevia-se com Ph mesmo, e y...
Já visitei o Peri, e vou ficar freguês, com certeza. Muito bom. Já fiz o link dele. A postagem de assuntos semelhantes foi mera coincidência...
Grande abraço

quinta-feira, junho 28, 2007  
Anonymous Adelino said...

É verdade, Peri. Guarujá era um pouco deserta. Lembra-se da Ponte que ia para a Praia Grande? E tinha os bondes... Se eu te contar que ainda criança fui a Vila Belmiro ver um amistoso Santos 2 x 2 Vasco com a maior chuva você não vai acreditar. As arquibancadas que ficavam de trás dos gols eram de madeira ainda...
Grande abraço

quinta-feira, junho 28, 2007  
Anonymous Adelino said...

Eduardo, que proeza... Descer a serra de bicicleta comum foi demais. E ainda foi a São Vicente.
Eu ia muito a Santos desde 1950, quando criança, e posteriormente já como adolescente e adulto. Tenho boas recordações de lá. Pegava um bonde na Conselheiro Nébias e ia até a praia. Mais tarde ia aos bons cinemas como o Iporanga e Caiçara. As águas da praia eram límpidas ainda.
Um abraço

quinta-feira, junho 28, 2007  
Anonymous Adelino said...

Valter, você se esqueceu que o Eduardo foi a única capa "homem" da revista Claudia até hoje? O garoto não era fácil. Tem muita história pra contar...
Grande abraço

quinta-feira, junho 28, 2007  
Anonymous Anônimo said...

É pessoal muita saudades mesmo.
O nome das Empresas queexploravam o serviço de automoveis para o litoral eram: Expresso Luxo,( AERO WILLYS) existe ate hoje no mesmo endereço e o Expreso Zefir S.A.(SIMCA).Tem muitas historias, meu pai foi proprietário do Zefir ok. Tenho 62 e ainda da saudaddes dos Simcas e daqueles Otimos tempos.
Abraços a todos.
Tony Brazil

quarta-feira, agosto 05, 2009  
Anonymous Anônimo said...

I love your blog.. very nice colors & theme. Did you create
this website yourself or did you hire someone
to do it for you? Plz respond as I'm looking to design my own blog and would like to find out where u got this from. thanks a lot
Check out my webpage OnlyCruiser.com

quinta-feira, dezembro 27, 2012  
Anonymous Anônimo said...

You need to take part in a contest for one of the highest quality sites on
the net. I most certainly will highly recommend this web site!
My blog ; Audio Visual

sábado, janeiro 12, 2013  

Postar um comentário

<< Home