27 junho 2007

PAN-AMERICANO RIO 2007 - Estádio João Havellange




----------------------------------------------------------------------------------
A Engenharia-civil e a Arquitetura são ciências maravilhosas, mágicas. É incrível como tranformam riscos e rabiscos em realidade muito concreta. Quem diria que este magnífico e moderno estádio saíria dos papéis, das pranchetas, dos autocads e estaria pronto este ano?

E atenção! A foto não é uma maquete... O estádio está lá, bonito, imponente, para ser usado e admirado. Atrasos? Imperfeições? Aconteceram até na Copa do Mundo da grande Alemanha, e até dos USA.

É claro, é humano, é compreensível, muita gente estará torcendo contra, não de inveja, talvez de ciúme. O mesmo ciúme que muitas vezes leva o marmanjo a torcer para que a mocinha bonita que passou sem lhe dar atenção tropece no meio-fio ou quebre o salto das sandálias...

Vamos, pois, não somente apoiar, mas participar de uma forma ou de outra dos JOGOS PAN-AMERICANOS RIO 2007...

----------------------------------------------------------------------------------
Clique sobre a foto para ampliá-la
----------------------------------------------------------------------------------

11 Comments:

Blogger Eduardo P.L. said...

Vamos apoiar, com certeza! Como pode alguém torcer contra? Um absurdo.

Abçs

quarta-feira, junho 27, 2007  
Blogger valter ferraz said...

Adelino, lindas fotos!
E que tenhamos um pan sem problemas, de nenhuma espécie.
Abraço grande

quarta-feira, junho 27, 2007  
Anonymous Adelino said...

VALTER e EDUARDO, eu não me refiro propriamente às pessoas comuns, mas vejo algumas entrevistas de pessoas públicas que aparentemente torcem contra um PAN bem sucedido.
Um abração para vocês.

quinta-feira, junho 28, 2007  
Blogger marilia said...

adelino, que lindas fotos...
eu vou acompanhar e torcer para que os jogos aconteçam na santa paz... diante do que esta rolando no Rio, já é pedir demais...
bjos!

quinta-feira, junho 28, 2007  
Blogger peri s.c. said...

Os Jogos Panamericanos são um sonho mais palpável de medalhas importantes, principalmente para aqueles heróicos atletas de esportes individuais, quase sempre anônimos na midia e que tem a verdadeira paixão pelo esporte.Um momento de recompensa.
Pena que, para variar, por ex. este estádio aí, orçado em 160 milhões, tenha custado quase 400. O de sempre.

sexta-feira, junho 29, 2007  
Blogger valter ferraz said...

Adelino,
sempre teremos os eternos descontentes. Neste caso do pan, torcer contra é torcer contra nós mesmos. Não sou nenhum entusiasta dos esportes, acho mesmo que "desvia" um quantidade absurda de recursos que poderiam ser melhor gastos, etc. Mas torcer contra não faria de maneira nenhuma.
Mais uma vez: belas fotos, vc é um craque!
abraço forte

sábado, junho 30, 2007  
Anonymous Adelino said...

Marília, infelizmente achamos que é justamente pelo que anda rolando no Rio atualmente é que o PAN será tranquilo.
Beijos

sábado, junho 30, 2007  
Anonymous Adelino said...

É verdade, Peri.
Eu acho que quando das concorrências as empreiteiras - para ganhar - entram com preços abaixo da realidade. Ganham, e aí vem os problemas. E a coisa sai mais caro do que o previsto.
Grande abraço

sábado, junho 30, 2007  
Anonymous Adelino said...

Valter, penso exatamente o contrário de você. O esporte é importantíssimo. E deveria ser incentivado, facilitado. Os investimentos feitos no PAN vieram, em sua maioria, da iniciativa privada. Já imaginou o retorno que terá em divisas, em rendas do turismo, e que reverterão em impostos para outras finalidades?
Grande abraço.

sábado, junho 30, 2007  
Blogger peri s.c. said...

Adelino,
O buraco é mais embaixo. E não vou entrar nos aspectos dos eventuais
"rolos":
1. É notório que sub-estimaram as previsões de custos iniciais para que fosse evitado o debate que seria muito maior se dissessem o quanto realmente iriam gastar. O governo e a sociedade cairam nessa, como cairão em relação ao Mundial de Futebol e Olimpíada.
Os organizadores, que no mínimo arrumam uma bela boquinha por pelo menos uns 6 anos, manipulam o natural ufanismo da platéia.
2. A notória incompetência aliada à burocracia. Seguramente não cronogramaram nada, demoraram a levantar e liberar recursos, licitaram as obras sem as informações básicas necessárias e sem projetos desenvolvidos : as empreiteiras orçam o que está no papel. Quando chegam os projetos executivos ....apresentam a conta.
Pode até existir os que simplesmente são contra, mas devemos considerar os que se põe contra em função da "festa" de dinheiro mal gerido e mal gasto.E não tenham dúvidas, muitos irão faturar políticamente em cima.

segunda-feira, julho 02, 2007  
Anonymous Adelino said...

Peri, peço-lhe desculpas por somente hoje, 12, responder ao seu comentário. O meu PC anda meio lerdo.
Você deu uma aula de quem conhece o assunto. É como você disse: uma pouca de cada coisa.
Eu entendi que as empreiteiras orçam pelo que está no papel sabendo de antemão que o custo poderá não ser aquele, já que pelo dito, governo e sociedade entram de "inocentes úteis" no caso. Quem ganha afinal? Apenas os organizadores?
O assunto é complexo, Peri, a verdadeé que um estádio daquele, considerado um dos mais modernos do mundo não poderia mesmo sair por "apenas" 160 milhões.
O negócio é esquecer, e torcer para um bom PAN-AMERICANO.
Grande abraço e obrigado pela sua presença.

quinta-feira, julho 12, 2007  

Postar um comentário

<< Home