25 maio 2007

RACHEL McADAMS

----------------------------------------------------------------------------------
Para que não digam que falamos apenas de antiguidades, postamos hoje algumas notas sobre a lindíssima jovem atriz Rachel McAdams, nascida em St. Thomas, Ontario, Canadá, em 7 de outubro de 1976. Seu pai era caminhoneiro, e sua mãe, dona-de-casa. Trabalhou numa loja da rede Mc Donalds, e aos treze anos atuava em teatro amador. Graduou-se em teatro pela York University, de Toronto. Em sua ainda curta carreira ganhou 11 prêmios e 16 indicações para outros. Em 2004 recebeu o prêmio de melhor revelação feminina da MTV Movie Awards pelo seu trabalho em The Note Book (Diário de uma Paixão), e em 2005, também pela MTV Movie foi escolhida como a atriz de melhor performance pelo filme Red Eye (Vôo Noturno), onde faz o papel de uma jovem obrigada a seguir os planos sinistros de um homem sentado ao seu lado num viagem aérea (Cillian Murphy). Rachel teve atividade pouco intensa em 2006. Correram rumores, confirmados posteriormente, de que lhe foram oferecidos trabalhos em Iron Man, The Dark Knight e Get Smart. Em maio daquele ano, entretanto, declarou numa entrevista o seu desinteresse nesse tipo de filme (ação), apesar dos altos salários pagos por eles. Rachel, no momento, reside em Toronto. Vegetariana, adora o verde da natureza, sonhando um dia morar numa casa de árvore e produzir seu próprio alimento...
----------------------------------------------------------------------------------
Imagem captada da internet
----------------------------------------------------------------------------------

18 Comments:

Blogger Eduardo P.L. said...

O único defeito é ser vegetariana. Com um rosto lindo desse. Vai ficar verde!Bom fim de semana!

sábado, maio 26, 2007  
Blogger valter ferraz said...

Adelino, linda sua escolhida de hoje. Não a conheço. Agora sei um pouquinho.
Falar nisso a escolhida de hoje lá no Milton Ribeiro é Natáshaa Kinsky.
Bom final de semana aí.
Um abraço grande

sábado, maio 26, 2007  
Blogger O Meu Jeito de Ser said...

Linda mesmo. Um rosto angelical.
Agora essa do Eduardo, da menina ficar verde foi demais heim?
Ela quer só conservar a linda pele que Deus lhe deu.
Um abraço e bom domingo

sábado, maio 26, 2007  
Anonymous Adelino said...

Eduardo, mesmo verdinha da cabeça aos pés ela continuará bonita, e ainda por cima palmeirense, não é Valter?
Um abração e bom fim de semana.

sábado, maio 26, 2007  
Anonymous Adelino said...

Valter, Rachel é da nova geração. Ela fez um bonito papel em The Note Book. Mas linda mesmo ela está é no filme Red Eye (Vôo Noturno).
O Milton Ribeiro tem muito bom gosto. Irei lá.
Grande abraço, Valter, e bom fim de semana. Muito frio aí?

sábado, maio 26, 2007  
Anonymous Adelino said...

Anna, o Eduardo estava brincando. Aliás é um assunto para ser discutido. O homo sapiens seria vegetarino ou carnívoro?
Bom final de semana para todos vocês.
Com sol. E praia...

sábado, maio 26, 2007  
Blogger Eduardo P.L. said...

Adelino, e por conta do meu comentário anterior e as reações provocadas aqui vai uma notícia :

OS VEGANS ASSASSINOS

por Patricia Campos Mello, Seção: Economia internacional, Estados Unidos às 15:45:05.

Um casal de Atlanta foi condenado à prisão por matar de fome seu filho de seis semanas. O casal era vegan e só dava suco de maçã e leite de soja para o bebê. Quando morreu, o bebê, batizado de Crown Shakur (??) por seus pais naturebas radicais, pesava só 2 quilos e meio.

Não é o primeiro infanticídio por veganismo aqui nos EUA. Há dois anos, a bebê Woyah morreu de desnutrição por causa da dieta heterodoxa imposta por outros pais vegan. Quando woyah completou 3 meses, sua mãe parou de amamentá-la e passou a dar uma fórmula de farelo de trigo, amêndoas e água de coco. Woyah tinha 6 meses quando morreu. Os outros cinco filhos do casal também era submetidos ao regime extremo. Os pais trancavam a geladeira e diziam aos filhos que todos os alimentos cozidos eram “do mal”.

Os vegans são vetegarianos radicais, que não consomem nenhum derivado de animal, seja para comer ou vestir. Não comem nenhuma carne, peixe, ovos, leite, mel e não usam lã, seda, couro, peles, gelatina. Há cerca de 2,5 milhões de vegans nos Estados Unidos.

Será que esses pais naturebas radicais sabem que bebês morrem de fome na África, não por preciosismo nutricional, mas por falta de comida mesmo?

Para vcs pensarem!
Boa semana!

segunda-feira, maio 28, 2007  
Blogger valter ferraz said...

Eduardo, não há o que pensar: essas também são minhas palavras.

segunda-feira, maio 28, 2007  
Blogger Yvonne said...

Linda demais. Foi bom tê-la conhecido por seu intermédio. Beijocas

segunda-feira, maio 28, 2007  
Anonymous Adelino said...

Eduardo P.L., realmente é um assunto que deve ser levado em consideração. Nada que seja radical, extremado pode ser coisa boa. Porém, Eduardo, se, conforme diz o artigo, existem nos USA cerca de 2,5 milhões de vegans, e os filhos destes, como foram criados?
Achei o artigo excelente e estou inclusive repassando para outras pessoas para que reflitam sobre o que pode resultar de uma dieta exclusivamente vegetariana.
Grande abraço, Eduardo, você só abrilhanta este nosso pequeno espaço. Obrigado.

segunda-feira, maio 28, 2007  
Anonymous Adelino said...

Valter, veja que interessante. De uma simples e despretensiosa biografia de uma estrela de cinema surgiu um assunto tão interessante. O vegetarianismo levado ao extremo e suas possíveis consequencias.
Grande abraço.

segunda-feira, maio 28, 2007  
Anonymous Adelino said...

YVONNE, deixa eu te contar o que aconteceu ontem, domingo. De manhã passei na minha locadora predileta, por sinal tem o nome sugestivo de PRÓXIMA SESSÃO, e perguntei quais filmes eles tinham disponíveis com a Rachel McAdams, a do nosso post. Tinham "Vôo noturno" (Red Eye), eu já vira; "The Note Book" (Diário de uma Paixão" também. Restou "The Family Stone" (Tudo em Família), uma comédia. Ótimo, levei. À tarde/noite, depois do sofrimento com o Vasco da Gama 2 x 2 Náutico, preparei-me para saborear o filme: ajeitei-me na poltrona, um friozinho gostoso, tudo bem. Só que o filme estava com defeito, fazia um barulho estranho no meu DVD, não lia... Coloquei outro bem antigo, e rodou tranquilo. O problema era mesmo do filme da locadora...
Menos mal: esperei a "PRÓXIMA SESSÃO", e revi o clássico e triste "Limelight" (Luzes da Ribalta),com Claire Bloom e Charles Chaplin no TeleCine Cult... Eu, que ia me alegrar um pouco com a comédia de Rachel McAdams, acabei revendo o drama de Charles Chaplin. Acho que saí ganhando.
Beijos.

segunda-feira, maio 28, 2007  
Anonymous Adelino said...

YNONNE, como eu citei nominalmente a minha locadora PRÓXIMA SESSÃO, devo esclarecer que o DVD da Rachel McAdams foi testado hoje lá na loja, funcionou bem, quer dizer, a incomptatibilidade era com o meu "aparato". Permitiram-me, gentilmente escolher outro filme no lugar daquele da Rachel.
Um abraço

terça-feira, maio 29, 2007  
Anonymous Adelino said...

ERRATA: "YVONNE"...
Adelino

terça-feira, maio 29, 2007  
Anonymous denise said...

Ah, ah,ah!Linda é a princesinha que eu tenho lá em casa!
Falando sério, parabéns pra ela por não comer carne!
abraço, garoto

terça-feira, maio 29, 2007  
Blogger Lord Broken Pottery said...

Adelino,
Linda e, pelo jeito, sensível. Essa coisa de ser vegetariana revela preocupações relevantes. Embora adore comer carne, não há como se fugir à preocupação com a maldade que fazem aos bichos. Bacana, também, ter recusado fazer filmes comerciais. Enfim, bela e inteligente.
Abração

quarta-feira, maio 30, 2007  
Anonymous Adelino said...

Denise, a sua princesinha também é muito linda, claro. Quanto a comer ou não carne, afinal o homem é ou não um animal carnívoro?
Já imaginou se toda a população do mundo fosse vegetariana?
Sei não, mas acho que ia acabar o verde do planeta...
Abraços, garota.

quarta-feira, maio 30, 2007  
Anonymous Adelino said...

Lord, é realmente coisa muito rara uma artista quase estreante adotar postura tão bonita. E lutar por uma causa que ela julga ser tão justa. Só isto bastaria para fazê-la ainda mais bonita.
Grande abraço, e obrigado pelo prestígio de seus comentários.

quarta-feira, maio 30, 2007  

Postar um comentário

<< Home