10 dezembro 2008

DIREITOS HUMANOS - 60 ANOS

--------------------------------------------------------------------
Em 10 de dezembro de 1948, a Assembléia Geral das Nações Unidas motivada principalmente pelas atrocidades cometidas durante a II Grande Guerra Mundial, adotou e proclamou a resolução que se intitula DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS, cujo preâmbulo reza:

“Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade e direitos. São dotadas de razão e consciência e devem agir em relação umas às outras com espírito de fraternidade.”

De lá para cá esse documento veio aos poucos servindo a ações que nada tinham a ver com a sua intenção primordial. Quem sabe se no tão propalado preâmbulo tivesse entrado uma vírgula e uma palavrinha a mais (“deveres”) a Declaração não teria obtido melhores resultados?

“Todas as pessoas nascem livres e iguais em dignidade, direitos e deveres. São dotadas de razão e consciência e devem agir em relação umas às outras com espírito de fraternidade.”
--------------------------------------------------------------------
Imagem do post capturada no SAIA JUSTA, da Georgia
--------------------------------------------------------------------

29 Comments:

Blogger valter said...

Adelino,
pronto. Reescreveu a Declaração. Quem sabe assim faz efeito?
Porque do jeito que está, ninguém está nem aí. Direitos? De quem?
Abraço forte

quarta-feira, dezembro 10, 2008  
Blogger Eduardo P.L said...

ADELINO,

meus parabéns pela correção, nescessária ao texto dessa declaração. Muito bem notado!

Forte abraço

quinta-feira, dezembro 11, 2008  
Blogger Elma Carneiro said...

Adelino
Certamente que faltou mesmo ressaltar os DEVERES, e um dos mais importantes deveres de um cidadão é o respeito às leis, como também temos o dever de respeitar as opiniões de nossos semelhantes.
Ah são tantos os deveres que enumerá-los aqui por certo eu tomaria muito do seu espaço: E um desses deveres é o respeitar o espaço de nosso semelhante,
Bem, estou falando apenas dos deveres pessoais.
Um abraço e tem onça hoje no Caliandra porque a Amazônia é nossa, mas temos que preservá-la para todos por respeito a vida do nosso planeta e esse também é um dos nossos deveres.
“PARA VIVERMOS BEM, DEVEMOS CUMPRIR NOSSOS DEVERES E COBRAR NOSSOS DIREITOS”
A nossa amiga Sonia Mascaro ensinou-me a sublinhar palavras nos comentários e estou amando.
Bjs

quinta-feira, dezembro 11, 2008  
Blogger Georgia said...

Adelino e eu a capturei da web, rs.

Mas olha acho que essa declaracao de direitos precisa ser revisada. É muito bom que ela existe, mas nao está satisfazendo os países envolvidos e há muita gente misturando essa declaraco universal com declaracao para bandido mata pai de família. Isso ai é uma outra coisa.

Abracos

quinta-feira, dezembro 11, 2008  
Blogger Yvonne said...

E existem direitos humanos? Ficou só na teoria querido. Beijocas

quinta-feira, dezembro 11, 2008  
Blogger Cris said...

Adelino...

Tudo bem por aquí?
Observando teu adendo ao texto, super pertinente, me deu vontade de fazer o exercício de síntese :

"Todo ser vivo tem o dever inalienável de respeitar o outro."

beijão.

quinta-feira, dezembro 11, 2008  
Blogger Janaina Amado said...

Gostei do seu adendo, Adelino. Melhorou a declaração!

quinta-feira, dezembro 11, 2008  
Anonymous DO said...

Um otimo final de semana à vc,Adelino.

abração!!

sexta-feira, dezembro 12, 2008  
Blogger Pedrita said...

é muito difícil realmente tratar todos iguais, mas é nossa obrigação tentarmos sempre e repensarmos eternamente nossos preconceitos. eu particularmente me preocupo muito com religiões que pregam que somente aqueles daquele credo irão ao reino dos céus. é algo absolutamente perigoso, que estimula a intolerância com aqueles que acreditam em outros credos ou não acreditam em nada. e essa frase de igualdade colocada aqui deveria modificar sermões para que respeitem e acreditem que todos são filhos de Deus. beijos, pedrita

sexta-feira, dezembro 12, 2008  
Anonymous Meire said...

A violaçao dos direitos humanos, a exploraçao dos povos, a fome no mundo, e’ parte escura de nossa civilizaçao. Tomando consciencia da situaçao, teremos feito a nossa parte. Reflita sobre o estado de degradação que se encontra a nossa sociedade.
Meire

sexta-feira, dezembro 12, 2008  
Blogger Só- Poesias e outros itens said...

Adelino, seu olhar de correção está fantástico.
Parabéns.
O grande e universal problema, é sentir essa palavras perdidas no espaço.

bjs.

JU gioli

sexta-feira, dezembro 12, 2008  
Blogger Georgia said...

Adelino, vc nao falou mal.

Olha, eu nao liderei esta blogagem, eu fiz uma chamada no meu blog. O Sam foi quem organizou tudo. A fim de dar uma ajuda eu coloquei os links de quem havia postado. Alguns que eu adicionei e que nao tinham aderido a blogagem que o Sam fez, ele me disse que nao sabia dessas outras pessoas, assim como vc.

Por isso, fiz questao de deixar no meu blog esse recadinho aqui:

Recebi do Sam um email onde ele agradece nossa participacao na blogagem coletiva sobre os Direitos Humanos. e nos avisa que: Esta lista AQUI , será enviada ao Alto Comissariado da ONU pelos Direitos Humanos, para que, se eles assim o desejarem, incluam a blogagem no seu relatório final. Ele também pede que: Se houver qualquer coisa que achem que deva ser revista, por favor, sintam-se livres de a exporem e entrem em contato com ele.

Ele me explicou que só poderá remeter o post das pessoas que aderiram a blogagem.

Entao, passa lá no Sam e fala para ele do seu post.

Eu apenas dei uma ajuda porque ele nao tinha ainda colocado a lista com o nome das pessoas que aderiram a postagem.

Eu fui no post convocatório que ele fez e peguei o nome das pessoas que haviam confirmado com ele a participacao e eu nao vi o seu nome lá, por isso nao te coloquei na lista.

Ontem passei por aqui e vi que vc no dia dos Direitos Humanos havia escrito um post sobre o assunto, mas nao vi também o selo da blogagem. Sendo assim, pensei que vc assim como muitos aqui na blogesfera escreveu sobre o assunto mas nao aderiram a blogagem.

Espero que fui bem clara na minha explicacao por aqui.

Qualquer coisa se vc quiser eu aviso ao Sam sobre o seu post.

Um ótimo sábado para você.

Abracos

sábado, dezembro 13, 2008  
Anonymous Adelino said...

Valter, escrever e/ou reescrever não resolve nada. A Constituição brasileira de 1988 está aí mesmo para provar isso. Fica tudo muito bonitinho no papel.
Sentimentos não se mudam com decretos ou declarações universais por mais bem intencionados que sejam.
Um grande abraço. Feliz final de semana.

sábado, dezembro 13, 2008  
Anonymous Adelino said...

Eduardo, o problema é que “direitos humanos” passou - de umas décadas cá - a ter um significado mais amplo, sendo por isso mesmo mal usado, mal interpretado. Creio.
Abraços. Um ótimo final de semana.

sábado, dezembro 13, 2008  
Anonymous Adelino said...

“PARA VIVERMOS BEM, DEVEMOS CUMPRIR NOSSOS DEVERES E COBRAR NOSSOS DIREITOS” (citação de Elma Carneiro).

Muito bem, Elma, a frase está muito bem ordenada. Primeiro cumprir os deveres, depois cobrar os direitos.
Estive naquele paraíso que se chama Caliandra do Cerrado. Quem não vai lá definitivamente não sabe o que está perdendo...
Um beijo. Ótimo final de semana.

sábado, dezembro 13, 2008  
Anonymous Adelino said...

Pois então, GEORGIA, pelo menos existe um “papel” escrito ou está escrito no papel. Aliás o que menos faltam são protocolos, declarações, manifestos, acordos, pronunciamentos, blás-blás-blás etc. Cumprir mesmo que é bom... Passou, acabou.
Abraços.

sábado, dezembro 13, 2008  
Anonymous Adelino said...

Yvonne, deveriam promulgar os “direitos dos humanos”.
Um beijo, feliz semana.

sábado, dezembro 13, 2008  
Anonymous Adelino said...

CRIS, perfeita a sua síntese: "Todo ser vivo tem o dever inalienável de respeitar o outro."
Um beijo. Ótima semana pra você.

sábado, dezembro 13, 2008  
Anonymous Adelino said...

JANAINA, melhorou? Então só falta mudar e promulgar...
Abraços.

sábado, dezembro 13, 2008  
Anonymous Adelino said...

DO, pra você também um feliz final de semana.
Um abraço.

sábado, dezembro 13, 2008  
Anonymous Adelino said...

Pedrita, não há decreto, declaração, norma ou qualquer outro instrumento legal que mude aquilo que é o mais importante: o sentimento. Há os que mesmo não concordando cumprem o que está preceituado. Saiu daí é fanatismo, e não há nada que acabe com ele.
Beijo.

sábado, dezembro 13, 2008  
Anonymous Adelino said...

Meire, não adianta colocar no papel. Convenhamos que de 1948 para cá as coisas pioraram muito. Atentados que matam inocentes às centenas. E a chamada sociedade foi degradada e se degradou impiedosamente em nome de uma pretendida liberdade; confundiram propositalmente ou não liberdade com libertinagem e está dando no que vemos todos os dias por aí.
Abraços

sábado, dezembro 13, 2008  
Anonymous Adelino said...

Ju, sentimentos não são mudados mediante decretos, acordos ou protocolos. Ajudam, mas não mudam.
Beijos. Feliz semana.

sábado, dezembro 13, 2008  
Anonymous Adelino said...

GEORGIA, foi apenas uma brincadeira. Claro, eu não me inscrevi, não podia estar na lista e nem você, que auxiliou o Sam, saberia. A sua explicação está muito clara, Geórgia, não se preocupe.
Ótima semana para todos nós.

sábado, dezembro 13, 2008  
Anonymous Bete said...

ola Adelino.
Nao so o texto precisa ser revisto, parece que muitos segmentos deste belo e triste País necessitam passar por uma reformulação interna e, seus reponsaveis, por uma reflexão crítica de suas açoes.
Passei tb pra desejar um otimo domingo
bjs

sábado, dezembro 13, 2008  
Blogger valter ferraz said...

Adelino,
não gosto muito de fazer comercial de minhas postagens não. Mas, atualizei o Radio-Vitrola.
Estou te avisando porque me parece que vc é o meu único leitor por lá.
Bom domingo e um
Forte abraço

domingo, dezembro 14, 2008  
Anonymous Adelino said...

Bete, passados os ressentimentos parece que a História do Brasil começa a ser reescrita sem paixões. Já é alguma coisa. Um ótimo domingo pra você também. Beijos.

domingo, dezembro 14, 2008  
Anonymous Adelino said...

VALTER, não acredito que eu seja o único leitor do Rádio Vitrola. Acontece que muitos leitores passam, lêem com interesse, mas não comentam. Eu conheço umas três pessoas não blogueiras que fazem isso.
Um ótimo domingo para vocês aí em Mongaguá.
Em tempo: Sabe que tentei mas não consegui ainda ouvir a Rádio Píer?

domingo, dezembro 14, 2008  
Anonymous Maria das Graças said...

Adelino, ainda hoje sabemos de todos os preconceitos que existem no mundo, de raça, cor e feitos.
Se você tem dinheiro, é visto de um outro prisma, mas se não, já fica delegado a um segundo plano.
Porém estamos caminhando para melhores dias, pois ninguém mais consegue ver tanta discriminações com crianças velhos e doentes.
Isto está mudando aos poucos, e aconselharia a todos verem o filme maravilhoso sobre a vida de doação de "Mandela".
Ele fez seu papel e se doou para que seu povo sofresse menos com seu exemplo!
Estamos caminhando!
Maria das Graças.

sábado, maio 09, 2009  

Postar um comentário

<< Home