27 abril 2007

LIZABETH SCOTT

----------------------------------------------------------------------------------
Lizabeth Scott, cujo nome de batismo era Emma Matzo, nasceu em Scranton, Pensylvania, USA, em 29/09/1922. Filha de imigrantes eslovacos, estudou arte dramática em Nova York. Em 1942 trabalhou como substituta eventual de Talulah Bankhead na peça The Skin of Our Teeth, sem oportunidade, porém, de exercer o papel principal. Desanimada, aceitou papéis menores, e ainda trabalhou como manequim. Algumas circunstâncias favoráveis trouxeram-na de volta ao teatro. Com a doença da intérprete de “Sabina”, Elizabeth, que a substituíra muito bem, acabou ficando definitivamente no seu lugar. Mais tarde, por ironia do destino, foi convidada, mas recusou protagonizar The Skin of Our Teeth, aquela mesma peça na qual tinha sido simplesmente a substituta de Talulah.

Segundo contam, resolveu suprimir o “E” inicial de seu nome apenas para “ficar diferente”.

Uma foto de Lizabeth no Harper´s Bazar chamou a atenção do agente Charles Feldman. Fez testes na Warner Brothers, mas quem a contratou foi a Paramount Pictures, estreando ao lado de Robert Cummings no filme You Came Along (1945). Embora tivesse mais talento do que elas, os produtores tentaram fazer de Lizabeth uma espécie de Lauren Bacall ou Veronica Lake, já que seu semblante e voz lembravam Bacall, então esposa de Humphrey Bogart. Na Paramount atuou ao lado de astros famosos como John Hodiak, Burt Lancaster, Wendell Corey, Mary Astor, Kirk Douglas, Humphrey Bogart, Dean Martin.

A linda atriz Lizabeth não se casou ou teve filhos. Ela não se conformava com os rumores de que era lésbica, envolvendo-se, por isso em alguns processos judiciais.

Seu último filme foi com Mickey Rooney, em 1972. Lizabeth Scott está imortalizada na Calçada da Fama (1624 Vine Street – Hollywood) pela sua contribuição às ciências cinematográficas.
----------------------------------------------------------------------------------
Fontes: diversas
----------------------------------------------------------------------------------

15 Comments:

Blogger Márcio said...

Olá?? Sei que é difícil entrar aqui, mas, às vezes, a internet não facilita e essa página fica lenta. A foto é de muito bom gosto, viu? Por mais que não pareça, por deixar poucos comentários, estou sempre dando uma passada aqui para saber o que está passando pela sua cabeça. Afinal, com esse ritmo alucinado de trabalho, paro muito pouco em casa para conversa. É isso. Excelente o blog. Parabéns!!!!

p.s - o meu está meio largado..rs..rs..rs.

sábado, abril 28, 2007  
Blogger valter ferraz said...

Adelino, mais uma das suas "prediletas". A moça parece uma pintura(acho que les dão uma melhorada nas fotos antes de colocarem no google, não?)
Interessante estória. Hollywood era muito pródiga em boas estórias.
Ainda está viva?

sábado, abril 28, 2007  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

Como eram belas essas mulheres...
Lindo findi querido amigo
beijosssssssss

sábado, abril 28, 2007  
Blogger Lord Broken Pottery said...

Adelino,
Estava com saudades de você. Gosto muito de ler seus textos sobre essas atrizes maravilhosas. Trabalho de pesquisa que me enriquece, acrescenta como ser humano.
Obrigado

sábado, abril 28, 2007  
Anonymous Adelino said...

Márcio, eu sei da sua correria, mas enquanto houver notícias será assim mesmo.
Grande abraço

sábado, abril 28, 2007  
Anonymous Adelino said...

Valter, os problemas daquele tempo eram os mesmos de hoje, com a diferença de que eram mais camuflados. As artistas eram belas, com ou sem photoshop...
Grande abraço

sábado, abril 28, 2007  
Anonymous Adelino said...

Pois então, Márcia, as mulheres sempre foram belas.
Bom fim de semana pra você também.
Beijos

sábado, abril 28, 2007  
Anonymous Adelino said...

Pois então, Márcia, as mulheres sempre foram belas.
Bom fim de semana pra você também.
Beijos

sábado, abril 28, 2007  
Anonymous Adelino said...

Lord, as biografias são extensas, resumi-las é que dá trabalho. Mas se forem grandes demais perdem a graça e ninguém lê. Eu não acho que as artistas de antigamente eram mais bonitas do que atuais. Hoje também temos artistas lindíssimas: Lindsay Lohan, Denise Richards, Liv Tyler, por exemplo, são nota 10.
Grande abraço, Lord ebom final de semana.

sábado, abril 28, 2007  
Blogger O Meu Jeito de Ser said...

Adelino, até concordo que hoje temos ainda lindas atrizes, mas a impressão que nos dá, é que a beleza delas,dessas mais antigas é que era uma beleza mais pura, mais singela.
Um abraço, boa semana.

segunda-feira, abril 30, 2007  
Anonymous Adelino said...

Concordo com você. As artistas de ambas as épocas eram bonitas, mas as antigas tinham mais recato e elegância. Como falou: uma beleza mais pura, singela.
Abraços

segunda-feira, abril 30, 2007  
Anonymous Meire said...

Legal Adelino, eu nao a conhecia, agora me interessei e vou procurar algum filme com ela por aqui.
abs
meire

quarta-feira, maio 02, 2007  
Blogger valter ferraz said...

Pô Adelino! cadê meu blogueiro favorito? Bora lá trabalhar, véio.
Um abração, companheiro

quinta-feira, maio 03, 2007  
Anonymous Adelino said...

Olá, Meire, será difícil encontrar em locadoras filmes dessa época, mas quem sabe?
Muito obrigado pela sua visita.
Abraços pra você.

quinta-feira, maio 03, 2007  
Anonymous Adelino said...

Valter, acho que se não fosse você (incluindo a Anninha,claro)me incentivando, eu já teria "fechado para balanço". Ficar reclamando do Blogger não vou ficar mais, porque nem sei se o problema é deles ou da minha "máquina".
Conhece a lei de Murphy, não? Pois é, ela está em pleno vigor: pifou a minha moderna HP (daí a nostalgia, pode ser), o Virtua ficou três ou quatro dias fora do ar, sem explicações, enfim, uma... (deixa pra lá...). Tudo isso às vésperas do IR...
Grande abraço, estou voltando logo, e venha sempre por aqui.

quinta-feira, maio 03, 2007  

Postar um comentário

<< Home