07 abril 2008

PUSHING DAISIES

----------------------------------------------------------------------------------
Para quem "não gosta" de novelas, recomendamos
ver a estréia de uma série na TV que nos parece
muito interessante:
Pushing Daisies (Mortos-vivos),
com Lee Pace (Ned) e a lindíssima atriz
Anna Friel (Charlotte Charles) nos papéis
principais. Ned é um jovem com o poder de
ressuscitar pessoas com apenas um toque, o
que o leva a trabalhar auxiliando um detetive
na solução de alguns crimes. A história se
complica quando ele ressuscita Charlotte,
sua antiga paixão, pois Ned não pode tocá-la
novamente: Charlotte retornaria
definitivamente ao mundo dos mortos. Segundo
os críticos, é uma série que vale a pena ser vista.
Quinta-feira, 21 horas, Canal Warner.
----------------------------------------------------------------------------------

35 Comments:

Anonymous Adelino said...

Já que ninguém comenta, comento eu, confessando que a indicação da série foi apenas um pretexto para colocar a foto de Anna Friel, uma das minhas atrizes preferidas... Mas está claro que vou ver pelo menos alguns episódios.
Abraços a todos.

quarta-feira, abril 09, 2008  
Blogger Aninha Pontes said...

Adelino, a moça é realmente muito linda.
Agora assistir, nem vou dizer, pois não consigo nem mesmo assistir toda a novela.
Durmo cedo, como dizia minha mãe, durmo com as galinhas, e me levanto com o canto do galo.
Beijos.

quarta-feira, abril 09, 2008  
Anonymous Maria Augusta said...

Adelino, o tema é interessante, certamente esta série merece ser vista. Mas deve ser difícil competir com a novela...
Você tem bom gosto, a atriz é realmente muito bonita.
Grande abraço.

quinta-feira, abril 10, 2008  
Blogger valter ferraz said...

Adelino, achei ótimo: "já que ninguém comenta, comento eu".
Então, comenta aí, meu!
Abraço forte

quinta-feira, abril 10, 2008  
Anonymous Adelino said...

Ana, eu também não vejo novelas. Acho que são bem feitas, os atores são bons, mas simplesmente não vejo. E não tenho nada contra quem gosta de ver. A série Pushing Daisies deve ser interessante, e passa somente uma vez por semana, eu acho. Vamos ver se corresponde à expectativa criada.
Um beijo

quinta-feira, abril 10, 2008  
Anonymous Adelino said...

Não há dúvida, Maria Augusta, além de ser levada em Canal fechado (WB), é difícil vencer a audiência das novelas de outras emissoras.
O tema é interessante.
Um abraço

quinta-feira, abril 10, 2008  
Anonymous Adelino said...

Está bem, Valter, vamos lá: eu espero que a série corresponda à publicidade que estão fazendo em torno dela, pelo menos aqui no Rio. A presença da atriz Anna Friel é uma garantia de um filme interessante. E o tema também parece curioso. Só espero não me esquecer que será lançada hoje... Não tem reprise...
Grande abraço, Valter.

quinta-feira, abril 10, 2008  
Anonymous Adelino said...

Valter, mais um comentário: perdi o episódio de ontem. Estava programado, segundo as revistas e orgãos especializados, para as 21h. Coloquei para gravar, o CD acabou, e quando fui ver o horário divulgado pelos meios de comunicação estava incorreto: era o de 23h. Começado, não me interessei mais. Coisas nossas de país sério. Acho que correram da concorrência da TV aberta.
Abraços, e bom final de semana.

sexta-feira, abril 11, 2008  
Blogger Betinha said...

Eu assisti, gostei, muito interessante, é uma pena que eles não podem se tocar... Vamos ver no que vai dar... Bjs a todos.

sábado, abril 12, 2008  
Blogger Eduardo P.L. said...

Adelino,

uma das poucas vantagens de não pegar a TV aberta aqui na Piacaba, é não ter possibilidade de assistir novela. Fico te devendo!

Forte abraço, e bom final de semana!

sábado, abril 12, 2008  
Blogger Denise Sollami said...

Esta série está muito recomendada. Boa dica, vou dar uma olhada.

sábado, abril 12, 2008  
Anonymous Adelino said...

Elizabeth, sabe a Lei de Murphy?
Pois é, ela existe e funciona. Meia hora antes de começar chegou visita. Coloquei para gravar, mas o horário foi mudado sem aviso prévio.
No final arranjam um jeito, um happy end tipicamente americano, não é, Elizabeth?
Um beijo e bom final de semana.

sábado, abril 12, 2008  
Anonymous Adelino said...

Eduardo, não seria uma grande vantagem não pegar TV aberta?! A TV fechada é mais interessante. Essas séries americanas são diferentes de novelas. São espirituosas, inteligentes, e muito bem feitas. Eu às vezes vejo Friends, com Jennifer Aniston, dona de uma beleza um tanto exótica.
Um abraçao, e ótimo final de semana.

sábado, abril 12, 2008  
Anonymous Adelino said...

Então, Denise, recomendei tanto e acabei não vendo o lançamento. Acabei vendo Friends, mas tudo bem. Acho que se esqueceram que acabou o horário de verão...
Gostei de ver você comentando novamente por aqui. Obrigado.
Bom final de semana.

sábado, abril 12, 2008  
Anonymous Anônimo said...

parece interessante, super válido deixar dicas como esta.
Vejo muito pouco televisão.
Dificil eu começar uma série destas, acabo não terminando mesmo de ver.
beijos

domingo, abril 13, 2008  
Anonymous Jeanne said...

eu sou a anônima viu? cliquei no lugar errado, então vamos lá de novo, ótima semana pra ti,beijos

domingo, abril 13, 2008  
Blogger ~*Rebeca*~ said...

Parei aqui meio por acaso e gostei muito das suas dicas. Principalmente sobre o mosquito nos EUA.

Beijo.

-

segunda-feira, abril 14, 2008  
Anonymous Adelino said...

Jeanne, acontece comigo também. Clicar no lugar errado e sair "Anônimo"... Vamos aguardar o segundo episódio na próxima quinta-feira.
Beijos

terça-feira, abril 15, 2008  
Anonymous Adelino said...

Rebeca, ótimo, obrigado, espero que volte mais vezes.
Pois é, a dengue não está dando sossego, mas vamos vencê-la. Infelizmente nós brasileiros não temos o hábito da prevenção, providência que deveria partir principalmente das autoridades sanitárias. Não falo da classe médica que, no geral, é dedicada ao extremo. Mas para os políticos, não dá voto, que é o que mais interessa a eles. Espero que os eleitores não se esqueçam desta vez, e não se deixem levar pelos bolsas-dentaduras, bolsas-dengue e bolsas-bolsos. Mas também as opções são muito raras.
Beijos.

PS - Rebeca, cliquei no link, mas não consegui ver o blog.

terça-feira, abril 15, 2008  
Blogger  said...

Adelino...
São muito boas estas séries americanas,claro como tudo umas mais outras menos ...mas Seinfeld,Os Sopranos e E.R.são imperdíveis....tenho lido muito a respeito desta que começa agora..linda a atriz mas o tema me fascina mais... não poder ser tocada para não morrer é no mibimo assustador ...vamos ver onde isto vai dar...ótima indicação ...comentaremos!
Beijo

terça-feira, abril 15, 2008  
Anonymous peri s.c. said...

Vou dar minha opinião sobre essa série daqui uns 3 anos. Tenho a estranha mania de só assiti-las ( as séries ) na 3ª reprise. Será que é para evitar a sensação de dependência televisiva?
abraço

terça-feira, abril 15, 2008  
Anonymous DO said...

Eu gosto muito de novelas,Adelino. Mas ,confesso,gostaria muito de acompanhar certas series que parecem mesmo serem otimas.

abração e uma otima semana!

terça-feira, abril 15, 2008  
Blogger Eduardo P.L. said...

Adelino,

não vi Quem conta um cnto...na sua lista de links visitados...nem isso?????


~C;-))

quarta-feira, abril 16, 2008  
Blogger Vivien Morgato : said...

eu vi a propaganda da série,vou conferir.Adoro séries bacanas.
beijos.

quarta-feira, abril 16, 2008  
Blogger david santos said...

Olá, Adelino.
Obrigado pela tua recomendação. Tenho a certeza que o que nos aconselhas é de certeza superior a qualquer novela.
Parabéns.

quarta-feira, abril 16, 2008  
Anonymous Meire said...

Quem sabe qdo eu for ao Brasil...
Bjs

quarta-feira, abril 16, 2008  
Blogger vivendo said...

Adelino,
vi a divulgação, mas ando com preguiça em acompanhar séries, novelas...Eu tava assistindo todo dia a reprise da Muralha na Tv Cultura, eles não avisavam quando a série acabaria...Perdi justo o último capítulo!!Diferente das novelas acabou numa segunda-feira...A muralha foi nota dez. Mas como ocorre sempre,alguns capítulos eram repetitivos, ou seja, eu podia ficar sem ver, uns dois ou três dias e ainda estava na mesma...Fiquei triste porque justo no dia que Dom Gerônimo ia ser punido eu não vi!!!beijo, Vivi

quarta-feira, abril 16, 2008  
Anonymous Adelino said...

Vi, apesar da minha indicação, eu perdi o episódio inicial, mas depois assisti os trailers e uma entrevista da Anna Friel no TouTube. Para que tenhamos um happy end é preciso mudar um pouco o enredo. De qualquer forma, aguardemos para ver qual será a solução. Eu não sou muito de acompanhar séries, mas geralmente são muito bem feitas, e com um humor bem inteligente. Em minha modesta opinião, são melhores do que as novelas, que têm muitas tramas paralelas, gênero, aliás copiado do antigo "Peyton Place", a Caldeira do Diabo, na antiga TV Tupi. Mas isto é outra história.
Beijos

quarta-feira, abril 16, 2008  
Anonymous Adelino said...

Peri, grande coincidência. Geralmente eu não me deixo levar pelos "oba oba" que fazem em torno de certos filmes e até de livros. Deixo a coisa amadurecer, e depois, com calma procuro vê-los. Tenho encontrado "best-seller" outrora muito badalados expostos novinhos em sebos... E com dedicatórias...
Grande abraço

quarta-feira, abril 16, 2008  
Anonymous Adelino said...

Do, eu não aprecio novelas de TV por um motivo muito simples: se tenho simpatia por uma atriz ou ator, para vê-los atuando tenho de ver o capítulo inteiro. Assim mesmo para vê-los por somente poucos minutos, quando não, segundos. Já nos filmes acontece o oposto. Em - geralmente - no máximo 100 minutos de filme podemos vê-los pelo menos em 70 por cento do tempo de projeção. Entendeu?
Grande abraço, obrigado. O seu blog está ótimo.

quarta-feira, abril 16, 2008  
Anonymous Adelino said...

Eduardo, não entendi bem. Conforme disse, eu acho que eu seria apenas um elo perdido complicando a sequência do excelente "Quem Conta um Conto...", além da minha pouca inspiração no momento. E eu ia ficar no meio dessas "cobras" todas? Quem sou eu? Ery, Sonia, você, Peri e outros? Mas claro que leio os contos.
Grande abraço, e obrigado.

quarta-feira, abril 16, 2008  
Anonymous Adelino said...

Vivien Morgato. Espero não perdê-la amanhã. A não ser que cumpram o horário anunciado... Explico: anunciaram para as 21h e passaram às 23h. Amanhã vou ver às 23h e se passarem às 21h. Aí desisto...
Beijos

quarta-feira, abril 16, 2008  
Anonymous Adelino said...

Não sei ao certo, David. Talvez. O tema me pareceu interessante, e como sou admirador da atriz Anna Friel, recomendei. Obrigado pela presença. Respeito novelas, mas não consigo acompanhá-las. E não troco um programa de entrevistas por uma novela.
Grande abraço

quarta-feira, abril 16, 2008  
Anonymous Adelino said...

Meire, segundo se sabe as novelas brasileiras são bem aceitas no Exterior. Novelas são meio teatrais, são de interior (os sets). Quando passam às externas aí complica um pouco. Parece que falta autenticidade. Existem exceções, lógico. Raras.
Beijos

quarta-feira, abril 16, 2008  
Anonymous Adelino said...

Viviane, então deixa eu contar uma: moramos em Belém (PA), a serviço, por dois anos, algo assim entre 1967/1968. A emissora afiliada da Tupi, se não me engano TV Marajoara, passava filmes no final da programação. Às vezes, no melhor da "fita", paravam tudo e entravam de sola com aquela musiquinha que ficou famosa, com uns bonequinhos de pijamas e camisolas cantando: "Já é hora de dormir..."
E nem boa noite davam aos telespectadores mais renitentes.
Pode isso? Hoje é diferente, claro.
Quanto às novelas, você vê o primeiro capítulo, o quadragésimo, o centésimo, o centésimo quadragésimo, o último, e pronto. Viu tudo... Se "enxugar" uma novela restarão uns vinte capítulos, se tanto. Acho.
Beijos, obrigado.

quarta-feira, abril 16, 2008  

Postar um comentário

<< Home