28 agosto 2007

ESTHER WILLIAMS - 1922


----------------------------------------------------------------------------------
Esther Williams nasceu em 08/08/1922, em Los Angeles, CA, USA. Nome de batismo: Esther Jane Williams.

Esther, a mais nova dos irmãos, começou a nadar desde criança em piscina pública de sua cidade. Ganhou algum dinheiro em shows ao lado de Johnny Weissmuller (futuro Tarzan, de Hollywood), super-campeão olímpico americano. Em 1940 foi descoberta pela Metro, produtora com a qual assinou contrato. Ao lado de Mickey Rooney estreou no cinema aos 20 anos de idade, e em 1942 brilhou em “Escola de Sereias”, com Red Skelton.

Esther Williams nunca foi tida como boa atriz, mas sua beleza e simpatia a tornaram extremamente popular, levando a Metro a aproveitá-la seguidamente em filmes leves e comédias românticas, quase sempre tendo a natação como ponto central.

Esther foi casada quatro vezes, sendo o mais famoso dos maridos o ator argentino Fernando Lamas, falecido em 1982. De seu casamento com Ben Cage - segundo ela -, um “parasita alcoólico” que a levou à falência financeira, Esther teve três filhos. Casada atualmente com Edward Bell, Esther Williams tem o seu nome ligado à indústria de maiôs e de construção de piscinas. Detalhe: no ápice da carreira, tinha 1m73 de altura e pesava 65kg.

----------------------------------------------------------------------------------
Foto internet
----------------------------------------------------------------------------------

28 Comments:

Anonymous Márcia(clarinha) said...

As estrelas levavam vida tão conturbada né?
Linda ela...
noite feliz,
beijos

terça-feira, agosto 28, 2007  
Blogger Yvonne said...

Adelino, os filmes dela com aquelas coreografias dentro da piscina são maravilhosos. Deleite puro. Beijocas

quarta-feira, agosto 29, 2007  
Blogger valter ferraz said...

Adelino, devo tê-la visto em algum filme da sessão da tarde.
Com o Tarzan, talvez.
Bonita, mesmo.
Grande abraço

quarta-feira, agosto 29, 2007  
Blogger marilia said...

Minha mãe adora essa artista!!!
até hoje quando alguma neta pergunta se esta nadando bem ( ela faz hidro0, ela responde: "-sou uma esther williams"....
bjos

quarta-feira, agosto 29, 2007  
Anonymous Adelino said...

Márcia, acho que independente da época em que brilharam, muitos astros e estrelas sempre tiveram problema. Problema muitas vezes igual ao de qualquer mortal, mas valorizado e tornado público pelos meios de comunicação.
Sinceramente, fiquei surpreso ao saber que Esther foi casada com Fernando Lamas. Podia até ser boa pessoa, mas como artista, sinceramente...
Lindo dia/tarde/noite, Márcia.

quarta-feira, agosto 29, 2007  
Anonymous Adelino said...

Yvonne, na falta dos recursos tecnológicos modernos, os efeitos visuais eram simples. Não havia simetria nas coreografias dentro dágua, se observar. Mas eram cenas encantadoras, ingênuas.
Tenho alguns filmes da Esther em DVD. Até o colorido era diferente, melhor.
Beijos.
Quanto a beleza dela, não há o que discutir.

quarta-feira, agosto 29, 2007  
Anonymous Adelino said...

Valter, Esther nunca trabalhou com Johnny Weissmuller, com este fazendo o papel de Tarzan. Nos primórdios da carreira, ela fazia apresentações com ele, excelentes nadadores que eram.
A Jane do Tarzan minha favorita, e acredito da maioria das crianças e adolescentes era a lindíssima Maureen O´Sullivan (tem post dela), que viria a ser mãe da Mia Farrow. Esta você conhece, não?
Grande abraço, e grato.

quarta-feira, agosto 29, 2007  
Blogger NETMITO said...

DUAS ASAS AO SOL SÃO FOGO,DUAS SÃO AS VOZES AO CORPO,SOLIDIFICO A ALMA,E VIVO COMO POETA À LUZ...

A BELEZA PODE SER DISCUTIDA!
A PESSOA EM SI É QUE NÃO!...

Abraço)))

quarta-feira, agosto 29, 2007  
Anonymous Adelino said...

Marilia, a sua mãe tem razão. Esther Williams era sinônimo de grande nadadora, além de ser muito bonita. Como atriz era apenas razoável. Fazia muitas comédias românticos. Escola de Sereias, com Red Skelton, vale a pena ver. Um humor ingênuo, mas realmente engraçado.
Beijos

quarta-feira, agosto 29, 2007  
Blogger Sonia said...

Gostava muito dos filmes da Esther Williams! Boa lembrança! Abraços!

quarta-feira, agosto 29, 2007  
Anonymous Adelino said...

É verdade, NetMito.
Muito bonito o seu blog. Gostei.
Obrigado pela visita.
Abraço.

quarta-feira, agosto 29, 2007  
Anonymous Adelino said...

Sonia, alguns filmes da Esther estão em DVD´s de muito boa qualidade.
Poderão ser revistos. Não com o espírito crítico atual.
Abraços

quarta-feira, agosto 29, 2007  
Blogger O Meu Jeito de Ser said...

Eu com toda certeza não a conhecia, mas que é linda, não há o que se discutir.
Um beijo

quarta-feira, agosto 29, 2007  
Anonymous Adelino said...

Já falei sobre isso, Anna, mas as estrelas de um passado mais remoto eram, apesar de tudo, aparentemente mais ingênuas. De beleza menos "agressiva" do que a maioria das modernas. É conhecido que a os veículos de comunicação daquela época, pouco sofisticados, não divulgavam ou não sabiam mesmo nada do que se passava nos bastidores.
Quem sabe daí um encantamento maior que elas trasnmitiam aos fans do cinema, nao acha?
Um beijo, e bom dia.

quinta-feira, agosto 30, 2007  
Blogger Eduardo P.L. said...

Essa não é do meu tempo! E natação não era o meu esporte preferido!!!

(:-))

quinta-feira, agosto 30, 2007  
Anonymous Adelino said...

Eduardo, você, como grande artista plástico que é, sabe que beleza (de um modo geral) não tem tempo... E se a Esther Williams fosse do seu tempo aposto que você faria um curso intensivo de natação... E se bobeasse ia "nadando de costas" até Hollywood... rs...
Grande abraço do
Adelino

quinta-feira, agosto 30, 2007  
Blogger Vivien Morgato : said...

Adoro essas divas.;0)

quinta-feira, agosto 30, 2007  
Blogger O Meu Jeito de Ser said...

Adelino, concordo com você.
Acho na verdade, que hoje se cultua demais o corpo, mostra-se demais, muda-se demais.
Toda vez que a gente vê uma mulher linda, logo vem a dúvida: Será que é linda mesmo?
Não seria isso silicone e botox?
Tudo muito artificial. Nem gosto de falar nisso, porque vem logo aquela máxima, que mulher odeia outra mulher.
O que, claro, não é verdade, quando vejo uma mulher bonita, falo e elogio, sem medo de ser ridícula.
Temos aí muitas mulheres lindas, que papai do céu, usou toda sua generosidade.
Um beijo

quinta-feira, agosto 30, 2007  
Blogger marilia said...

olá....
boa noite, até amanha...

sexta-feira, agosto 31, 2007  
Blogger marilia said...

Feliz dia do blog!!!
e desde já, boa noite...rsss
bjos!!!!

sexta-feira, agosto 31, 2007  
Blogger Lord Broken Pottery said...

Adelino,
Vi alguns filmes dela com muito prazer.
Grande abraço

sexta-feira, agosto 31, 2007  
Blogger Adelino P. Silva said...

Vivien, gostei do seu post de ontem, como de hábito.
As divas eram vamps...
Um abraço do
Adelino

sábado, setembro 01, 2007  
Blogger Adelino P. Silva said...

É isto, Anna. Conforme disse ao Eduardo, beleza não tem tempo nem época. Tentam impor padrões, que são aceitos por uma minoria.
Um beijo.

sábado, setembro 01, 2007  
Blogger Adelino P. Silva said...

É mesmo, Marilia, era dia do blog. Mas todo dia é dia.
Boa noite também.
Beijos

sábado, setembro 01, 2007  
Blogger Adelino P. Silva said...

Lord Broken, Esther compensava uma atuação medíocre com muita simpatia e beleza.
Grande abraço

sábado, setembro 01, 2007  
Blogger César Roldão said...

Esther Williams simplesmente inesquecivel. Seus filmes todos antologicos fazem nparte do inconsciente coletivo da minha epoca.As coreografias aquaticas, o colorido tecnicolor absolutamente iconicos. Gostaria de rever todos os filmes dela e viajar no tempo. Cesar Roldao Vieira

quinta-feira, janeiro 14, 2010  
Blogger César Roldão said...

Meus filmes favoritos- Jupter,s Darling ( A favorita de Jupter), Texas Carnival,entre outros. Cesar Roldao Vieira

quinta-feira, janeiro 14, 2010  
Blogger Mariana said...

Engraçado, alguns até hoje não consideram à maravilhosa Esther Williams, como uma grande atriz,não entendo dessa maneira,porquanto penso que os papés em que atuou, imagino que ninguem a superaria em sua arte, face a isso sempre a observei como uma explendorosa artista,além de sua divina beleza que, por si só, já merece especial destaque.
Feliz daqueles que assistiram seus filmes inocentes e encantadores., época em que verdadeiramentes os jovens sonhavam depois de ve-la deslubrante na tela pouco iluminada.
Hoje com o poder do computador,é, simples tornar qualquer artista lindo....e os efeitos eletronicos...deixa pra lá.
Outra vêz feliz dos que viveram à aquela épora e viva a nossa Esther Willians..
Oswaldo Andrade dos Santos.

Segunda feira 10 de maio de 2.010

segunda-feira, maio 10, 2010  

Postar um comentário

<< Home