14 julho 2007

XV JOGOS PAN-AMERICANOS (abertura)


----------------------------------------------------------------------------------
Estivemos presentes à festa de abertura dos XV Jogos Pan-Americanos, ontem, no nosso velho e querido Estádio do Maracanã. O espetáculo não poderia ter sido mais bonito, muito mais bonito do que o mostrado pela TV. Não houve um senão sequer. Público maravilhoso, pacífico, famílias, pais com filhos pequenos, turistas de todos os lugares das Américas. E ainda tive o prazer de ver a minha futura nora, uma jovem jornalista e voluntária, conduzindo galhardamente a pequenina delegação da Jamaica...

Bem, como perfeição não existe, faço duas ressalvas:

1 - As vaias endereçadas ao Presidente da República cada vez que era citado seu nome. Minha filha ao meu lado comentou que elas partiam dos seus próprios eleitores, a classe média (existe?) decepcionada, justamente aquela que nele tinha votado em massa. Eu contei a ela que, segundo Nelson Rodrigues, "O Maracanã vaia até minuto de silêncio"... Talvez seja;

2 - O Hino Nacional brasileiro poderia ter sido executado de forma tradicional, embora Elza Soares tenha se saído muito bem.

O Globo de hoje publica: "Nota 10 - O Pan do Rio teve início com um belo espetáculo, com alegria e descontração no Maracanã."

No mais, um espetáculo inesquecível. Tranquilizem-se os brasileiros porque o Rio está cumprindo muito bem o seu papel.

----------------------------------------------------------------------------------
Foto de Adelino P. Silva, no local.
----------------------------------------------------------------------------------

36 Comments:

Blogger Yvonne said...

Adelino, passei por aqui porque tinha CERTEZA de que você iria escrever sobre esse assunto. Nota 10. Beijocas

sábado, julho 14, 2007  
Blogger valter ferraz said...

Adelino,
eu não tinha dúvida nenhuma que você iria lá (conseguiu uma credencial?).
Ví alguns momentos (a Adriana Calcanhoto cantando "boi da cara preta", inesquecível. Amo aquela voz.)
De resto, antes de começar já estou emPANturrado do assunto. A mídia(leia-se Globo) é cruel, massacra mesmo. O Galvão Bueno não é apessoa mais adequada para um evento desses. Mas não sou eu que vou estragar o seu dia com críticas.
Ah! permita-me só mais uma: a Elza Soares estraga qualquer coisa com aqueles malabarismos inadequados. Nosso Hino Nacional não merece e nem comporta essas esquisitices que eles inventam. É para ser entoado como um hino que é, com patriotismo, civismo e emoção, tudo dentro do bom senso.
Desculpe-me se alongo-me e ainda mfaço críticas. É esse meu jeito besta, mesmo.
Bom PAN prá você.
Bom final de semana

Grande abraço

sábado, julho 14, 2007  
Anonymous Adelino said...

Pra você também, Yvonne.
Um excelente final de semana.
Abraços

sábado, julho 14, 2007  
Anonymous Adelino said...

Que nada, Valter. Quem sai à chuva é pra se molhar mesmo. Quando fiz este post foi para receber comentarios, críticas, elogios, claro, ninguém é de ferro. Valter, quem poderia me conseguir credencial está longe, entenda-se Venezuela (Copa América)a serviço.
Paguei, ou melhor, pagaram pra mim: fui convidado de minha filhota: 150 "reaus" o ingresso dela, e 75 "reaus" o meu, porque, sou considerado velho...
A Adriana Calcanhoto, apesar do que dizem, é uma gracinha mesmo, além de inteligente. A Daniela melhorou muito nas "coreografias", e cantou divinamente.

Uma curiosidade: qualquer bolsa era revistada nos sensores. Eu estava com uma contendo um binóculo, celular, câmera digital, e uma... caneta. O rapaz da segurança me disse:
- Não pode entrar com caneta.
- Caneta? Mas onde eu posso deixá-la?
- Ali tem uma lata de lixo.
Ainda bem que eu não estava com aquela minha Parker 5l, Valter. Joguei a minha caneta no lixo, mas não me importei, pois que era uma caneta de camelô, ainda que muito boa...
Grande abraço. E tome de PAN...
Adelino

PS - Pede pra Anninha fazer pra você para o almoço de domingo um bom bife de "PANela..." Ou é carne ne panela que se fala, não sei direito) E depois vá ver o jogo do PANmeiras (horrível esta, reconheço, mas fazer o quê?)
Abs

sábado, julho 14, 2007  
Blogger marilia said...

BOM DIA ADELINO!!!
Não assiti na hora, mas depois revi no canal 39 e achei maravilhoso, apesar do mico que o Lula pagou!!!!
lindos os ritimistas, linda a festa, enfim, como a Yvonne falou: - o Rio sabe fazer festas!
Ahhhh, tem uma coisinha para vc lá no meu blog, post do meme... agora, vc vai ter de ir lá....
Beijos e bom fim de semana!!!!!!!!!!

sábado, julho 14, 2007  
Blogger Sonia said...

Bonita foto Adelino! Imagino que vocês devem ter gostado muito de ver a festa pessoalmente!
Um ótimo domingo!

domingo, julho 15, 2007  
Blogger Sonia said...

Oi Adelino, acabei de vir do blog do jornalista Jorge Pontual (Globo em NY) e acho que você vai gostar de ler o que ele escreveu do PAN além de ter postado um vídeo ótimo. Para ver clique em NEW YORK ON TIME:RIO CIDADE OLÍMPICA.

domingo, julho 15, 2007  
Blogger valter ferraz said...

Sônia, fui ver o blog do Jorge Pontual.
Belo vídeo e palavras certeiras.
Tuas dicas são sempre ótimas!
Um beijo.

Adelino, a piadinha foi infame. Nem vou levar em consideração. Arrume outra e me mande, ok?
Ah: também adorei a Daniela Mercure, está ótima!
Bom domingo para você,
Grande abraço

domingo, julho 15, 2007  
Blogger Eduardo P.L. said...

Adelino, olhe , pela TV aqui em Imbituba o show do Pan foi maravilhoso. Não invejo estar pessoalmente no Maraca. Prefiro o pé da lareira ( aqui esta um frio brabo) e a distância dessas vaias merecidas! Finalmente o silêncio do Maracanâ se faz ouvir no planalto.
O rio sempre soube fazer suas tarefas a contento. Ninguém duvide disso.

Forte abraço, e bom domingo de jogos e competições.

domingo, julho 15, 2007  
Anonymous Adelino said...

Marilia!!! Você aqui?
Já fui lá no "Alvarenga" e vejo que você me concedeu uma grande honraria de revelar cinco livros que li, que estou lendo, que me marcaram, etc. Aguarde.
Beijos pra você.
E bom domingo. Nossos times jogam hoje? Então, boas vitórias!

domingo, julho 15, 2007  
Anonymous Adelino said...

Sonia, bom dia.
Gostei muito de assistir "in loco" toda aquela maravilha que o Pontual, como bom jornalista soube comentar tão bem. Ele disse uma coisa importante: timing. Sabe aqueles intervalozinhos que "quebram" o entusiasmo do público? Não aconteceram. Durante todo o desfile os ritmistas deram aquele show de competência. Acho que não apareceu na TV porque as transmissões não tinham começado ainda, mas as câmeras de dentro do estádio de vez em quando davam um "zoom" na imagem do Cristo Redentor, que se vê de dentro do Maracanã, do lado esquerdo oposto às cabines de rádio/TV e às Tribunas de Honra e de Imprensa. Quando aparecia nos telões, o entusiasmo do público era ainda maior. E obrigado pelo elogio à foto.
Grande abraço e bom domingo, Sonia.

domingo, julho 15, 2007  
Anonymous Adelino said...

Valter, reconheço que foram infames aqueles trocadilhos. Então, atendendo ao seu pedido eis um trocadilho antigo, antigo, mas no contexto:
- Qual o maior pai e a maior mãe do Brasil?
Resposta: PAICAEMBU e MÃERACANÃ...
Hoje não sei se ainda vale. Tem maiores do que eles.
Grande abraço e bom domingo.

domingo, julho 15, 2007  
Anonymous Adelino said...

Eduardo, bom dia.
Eu esperava frio e chuva fina para sexta aqui no Rio, mas a natureza colaborou: fez sol e uma temperatura amena. Você disse uma coisa bonita: "Finalmente o silêncio do Maracanâ se faz ouvir no planalto." E teve repercussão, porque deram muita importância ao fato, muitas explicações.

Aconteceu uma coisa engraçada que poucos falaram: quando Nuzamn passou a palavra àquele outro dirigente de língua espanhola, e este disse:
- HOY, (querendo dizer HOJE...) todo o estádio respondeu em coro: OI!, como se fosse uma saudação... E não foi por desconhecimento não, pois no meio da sua pequena fala, a coisa se repetiu. A gargalhada foi geral.
Ok, Eduardo, bom domingo, grande abraço. E obrigado sempre.

Ainda vou sair para ver uma competição. Apenas ver, não competir, claro...
Abs

domingo, julho 15, 2007  
Blogger valter ferraz said...

Adelino, o trocadilho melhorou!
Tá perdoado.
Grande abraço

domingo, julho 15, 2007  
Blogger marilia said...

oi adelino.....
primeiro consertar meu português nos ritmistas...
depois dizer que vc tem lugar previlegiado no meu blog,mesmo quando fala do meu time...gente ,imagine se vou ligar pra fala de cruzeirenses...vc já carrega um cruz ,uma sina... já contei como são chamados os cruzeirenses...logo... dificil vida fácil a sua..ahahahahah
Acho que deve ter sido lindo ver a abertura dos jogos ao vivo...adoro grandes manifestações...
e hoje foi um dia legal pra gente! os caras do voley deram show, o timinho do Dunga cganhou dos argentinos, e ainda teve gol contra!! ahhh é bom dimais ganhar da argentina!!!!!
olhe, se vc sai falando que eu "desembestei a escrever no seu blog... então vai complicar!!! rsss
bjão, e boa semana, mais uma vez... e , apresente os livros!!!!

domingo, julho 15, 2007  
Blogger Yvonne said...

Adelino, li o seu comentário no meu post anterior. Não conheço você pessoalmente, mas posso constatar que você é um cara gente fina e antenado com as coisas que acontecem no mundo. Não sou puritana nem um pouquinho, mas chega uma hora que não dá mais para ver tanta coisa esquisita rolando na tela dos cinemas. Sei que o mundo é composto de pessoas boas e más. Então vamos dar às boas o direito de se mostrarem.
Beijocas

domingo, julho 15, 2007  
Anonymous Adelino said...

Ainda bem, Valter, que você gostou do novo trocadilho. É meio antigo, mas pelo jeito você não conhecia, por sorte minha.
Grande abraço.

domingo, julho 15, 2007  
Anonymous Adelino said...

Marilia, você não tem jeito, menina. Embrulha tudo. Eu não sou cruzeirense não, gosto do Atlético, mas sou Sete de Setembro, às vezes...
Eu não esperava esta vitória sobre a Argentina, Marilia. Não pelo time brasileiro, mas pelos jogos que vi dos argentinos. Eles foram para a Copa América com o objetivo único de vencer. A decepção estava estampada no rosto de cada jogador. Pretendo ver o time do Bernardinho no PAN. Se conseguir ingresso. Acho que não tem mais.

Marilia, vê se lê direito o que escrevo, "minina". Eu disse que de repente você desembestou(*) a postar muitas coisas ao mesmo tempo. Mas é ótimo.
A minha lista está no prelo... Calma.
Beijos
Adelino

(*) Dos dicionários mineiros: "produzir continuamente em grande quantidade"...
Bjs

domingo, julho 15, 2007  
Anonymous Adelino said...

Yvonne, pois é. Já foi hora de pararmos de aceitar certos modismos, certas modernidades. Mas não basta parar, há que ter coragem de dizer que parou ou nunca aceitou. E foi o que você fez naquele post.
Temos também de parar de nos culparmos por todas as mazelas do mundo. Parar de tentar corrigir quem não quer ser corrigido, ajudar quem não quer ser ajudado. Qualquer coisa a culpa é da "sociedade", é das "elites". O que vem afinal a ser a tal de "elite" para os governantes, os demagogos, os patrulhadores ou patrulheiros?
E é só. Acabei fazendo um comício...
Grande abraço, Yvonne.

domingo, julho 15, 2007  
Blogger Cristiane said...

Que bom Adelino, Torço para que o PAN seja mesmo um sucesso!

Não vi a abertura nem pela tv, não tenho paciência...rs....li pelos jornais e imagino que assistir á tenha sido emocionante....

Quanto às vaias, achei lamentável, educação é válida em qualquer lugar, não é mesmo?
Beijo amigo e uma boa semana, Cris

segunda-feira, julho 16, 2007  
Blogger marilia said...

OI ADELINO...
CAD~E VC? PASSEI AQUI SÓ PRA TE VER...RSSSSS
Que bom vc ter a chance de assistir um jogo de voley...acho que tanto os meninos como as meninas do voley darão um show...
abraços, amigo e boa semana!

segunda-feira, julho 16, 2007  
Anonymous Meire said...

Adelino, vi a abertura com uma dia de atraso aqui pela record internacional e chorei muito, mas imagino q ao vivo deve ter sido maravilhoso.
bjs

segunda-feira, julho 16, 2007  
Anonymous Márcia(clarinha) said...

Concordo com você, tudo perfeito mas com uma manchinha feita pelo povo que resolveu vaiar o presidente em local errado. Vi um vídeo onde um dia antes ensaiavam as vaias, pois é...
semana linda,
beijos

segunda-feira, julho 16, 2007  
Anonymous Adelino said...

Obrigado por sua torcida, Cristiane.
Como o próprio presidente disse, vaiar ou aplaudir faz parte de um regime democrático.
Eu e minha filha estávamos lá e não vaiamos, apesar de não termos votado nele. Acho que o Planalto está dando muita importância a isso. E olha que ele teve cerca de 70% dos votos cariocas.
Aquela brincadeira do "Hoy" (ooooooooooiiiiii...)
com o dirigente mexicano foi uma prova do bom humor predominante naquela festa.
Valeu, Cris. Beijos e obrigado.
Boa semana para você também.

PS - Cris, dentre as coisas mais bonitas que estou vendo está o trabalho desenvolvido pelos jovens voluntários.
Bjs

segunda-feira, julho 16, 2007  
Anonymous Adelino said...

Marilia, estou AQUI!!! Quanta honra: "só pra me ver". Obrigado pelo carinho.
Beijos.

segunda-feira, julho 16, 2007  
Anonymous Adelino said...

É verdade, Meire, "ao vivo" o espetáculo foi muito mais bonito e emocionante do que pela TV. E os Jogos estão se desenvolvendo num clima de muita ordem e disciplina.
Beijos.

segunda-feira, julho 16, 2007  
Anonymous Adelino said...

Então, Márcia, e acredite, ele teve cerca de 70% dos votos aqui no Rio. Como disse, não votamos nele, mas não o vaiamos. Estão atribuindo muito importância ao fato.
Isso acontece em países bem mais avançados do que o nosso. Só que lá jogam tomates e batatas podres. Quando não, coisas piores.
Como disse o próprio Lula: "Estamos numa democracia, e vaia ou aplaude quem quer".
Beijos, Meire e muito obrigado.

segunda-feira, julho 16, 2007  
Anonymous Adelino said...

ERRATA URGENTE:
Onde se lê> "Beijos, Meire e muito obrigado."
Leia-se> "Beijos, MÁRCIA e muito obrigado.
Adelino

segunda-feira, julho 16, 2007  
Anonymous denise said...

Adelino, obrigada pela força. A animação aqui tá grande, hein. Parabéns pelo sucesso do blog.
abraço, garoto

segunda-feira, julho 16, 2007  
Anonymous Adelino said...

Denise, não é falsa modéstia, mas comparando com outros blogs que tenho visto é que vejo a simplicidade deste pequeno espaço que ocupo. O amor e carinho com que o faço, e o retorno dado por vocês que o visitam são as os ingredientes que o mantém "vivo" até agora.
Muito obrigado, Denise, e um abraço.

terça-feira, julho 17, 2007  
Blogger marilia said...

oI AMIGO!
ADOREI...PRIMEIRO VC FALAR QUE NÃO É DA MINHA ÉPOCA...RSSS
SEGUNDO PORQUE SÃO LINDOS...
UM ABRAÇO!
VIU? O MINEIRINHO LEVOU OURO HOJE!!!!!
ABRAÇOS

terça-feira, julho 17, 2007  
Blogger Vivien said...

Deve ter sido lindo, tirando as vaias, que me irritaram muito.
beijos.

terça-feira, julho 17, 2007  
Anonymous Adelino said...

Oi AMIGA! Adorei que tenha adorado! Mas é da sua época mesmo?
O importante é que gostou.
Então, o mineirinho é bom mesmo. TINHA DE SER MINAS!
Abraços
PS - Não esqueci a minha lista não!

terça-feira, julho 17, 2007  
Anonymous Adelino said...

Viven, obrigado pelo seu comentário.
É assim mesmo, Vivien, teve até gente que não gostou da festa! Na minha opinião a maioria dos que o vaiaram votou nele, por decepção talvez. Eu nunca votei no atual presidente, e no entanto não o vaiei e nem o vaiaria.
Estão dando muito importância a esse incidente. Tenho lido cartas de leitores de jornais que se dizem terrivelmente envergonhados pelas vaias. Por que não se vergonham mais pelos políticos corruptos e impunes que estão aí recebendo tapinhas nas costas e apoio de governantes, não acha? O nosso povo é pacífico, ordeiro. Em países que dizem mais civilizados jogariam ovos podres e tomates. Aqui não, só vaias.
Tenho certeza que será aplaudido se voltar aqui para a festa de encerramento, o que em nada afetará a beleza dos XV Jogos Pan-Americanos.
Vamos curtir o PAN, Vivien. Não vale a pena se irritar por causa disso não.
Beijos, e obrigado pela visita.

terça-feira, julho 17, 2007  
Blogger valter ferraz said...

Adelino,
cadê você? Vim aqui só prá te ver!
Óia, esqueceu do perplexo?
Eu pego no teu pé, hein?
Grande abraço

terça-feira, julho 17, 2007  
Anonymous Adelino said...

Valter, esta resposta vai atrasada. Mas ainda vale. Claro que não me esqueci do Perplexo. E eu vou perder aqueles textos maravilhosos?
Grande abraço

quarta-feira, julho 25, 2007  

Postar um comentário

<< Home